sexta-feira, 22 de abril de 2016

Beleza Cruel


Desde o nascimento, Nyx estava prometida em casamento a Lorde Gentil, o perverso governante de Arcádia tudo por causa de uma irrefletida barganha do pai dela. E, desde então, ela tem sido treinada para matar o soberano. Obrigada a obedecer ao cruel acordo e sentindo-se traída por sua família, Nyx luta contra seu destino. Entretanto, em seu 17o aniversário, ela abandona tudo aquilo que conhece para se casar com o todo-poderoso e imortal Lorde Gentil. O plano dela? Seduzi-lo, desarmá-lo e quebrar a maldição de 900 anos que ele lançou contra seu povo. Mas ele não é o que Nyx esperava. O enigmático charme do Lorde a seduz, e seu castelo um inconstante labirinto de salas mágicas a encanta. Enquanto Nyx procura um meio de libertar sua terra revelando os segredos de seu esposo, encontra-se inevitavelmente atraída por ele. Mas como ela pode amar seu inimigo e recusar o dever de matá-lo? Inspirado no clássico conto de fadas A Bela e a Fera , Beleza cruel é uma deslumbrante história de amor sobre como nossos desejos mais profundos podem mudar nosso destino.
Título: Beleza Cruel
Autor (a): Rosamund Hodge
Editora: Novo Século
Número de páginas: 312


Eu sou o tipo de pessoa que quando olha a capa de um livro fica fazendo mil suposições a respeito dele. Muitas vezes é até ela quem me induz a comprar determinado livro ou não (vai me dizer que você nunca na vida comprou um livro pela capa. Heim? Heim?). E foi justamente por conta da capa que eu quis ler Beleza Cruel. Lembro que quando o vi junto com os lançamentos da Novo Século ela me prendeu e senti um quê de Revenge nela. Quando li a sinopse e vi que a história se tratava de uma vingança, fiquei ainda mais empolgada. Ele tinha tudo para ser ótimo e não me decepcionou.
Desde criança Nyx conhece seu destino. Aos 17 anos irá se casar com o Lorde Gentil, um homem aterrorizante conhecido como o senhor dos demônios, e irá salvar sua cidade da maldição a que estão presos. Antes de Nyx nascer, seu pai fez um acordo com o Lorde Gentil e pediu para que sua esposa conseguisse dar à luz a duas filhas saudáveis. Em troca ele lhe daria uma das filhas para ser sua esposa. Nyx guarda uma certa mágoa do pai, afinal ele podia muito bem ter escolhido Astraia ao invés dela. Mas como ele poderia fazer isso se sua irmã é a filha perfeita.
Desde cedo ela foi treinada para matar o Lorde Gentil, mas também sabe que se não conseguir seu objetivo poderá ser morta e todos os esforços terão sido em vão. Em suma, ela carrega consigo toda uma responsabilidade que não desejava. Todos os dias é lembrada de que é a esperança de todos e precisa devolver ao povo de Arcádia aquilo que lhes foi tomado. Além disso, é seu dever vingar sua mãe, que morreu após dar a luz a ela e sua irmã.
Apesar da raiva que sente pelo pai, pela tia (que tem um caso secreto com o cunhado) e pela irmã, Nyx sempre guardou para si todas as suas dores e mágoas. Aquela não é e nunca será a vida que ela desejou para si, mas é o que precisa ser feito e mesmo contra sua vontade, ela se casa com o Lorde Gentil e vai morar em seu castelo.
A vida no castelo é bem diferente do que imaginava e a convivência com o Lorde Gentil pode não ser maravilhosa, mas também não é tão ruim quanto ela esperava. E, com o tempo, ela acaba se sentindo atraída de alguma forma por ele. Vejam bem, não julguem mal a menina, ele é um homem muito bonito, de maneiras educadas e muito atencioso. E, quando mostra a ela sua vulnerabilidade, aí minha irmã, não tem coração que não derreta. (hahaha) É também no castelo que ela conhece Escuridão, uma espécie de servo do lorde que de dia é apenas uma sombra, mas que a noite assume uma forma humana muito parecida com a de seu senhor. E é ele quem vai tentar lhe ajudar a transformar seus planos em realidade.
Comecei a ler o livro com um pouquinho de receio, mas também cheia de curiosidade pelo que me aguardava. Logo nas primeiras páginas já me vi presa em uma teia de lendas, folclores e mitologias que meio que me deixaram perdida. Sabe quando há aquela sensação de que "tem muita informação" ali e você acaba se perdendo? Foi o que aconteceu comigo. Porém, passado os primeiros capítulos, me situei bem na história e me vi fisgada pela trama, que é bem intensa.
Nyx é uma personagem forte e determinada. Mas foge totalmente daquele estereótipo de mocinha que tem todas as respostas. Ela foi treinada, sabe o que tem que fazer, mas sua mente e coração não entram em um consenso. Se envolver com o Lorde Gentil (ou Ignifex, como ele passa a ser chamado) não era algo que estava em seus planos e ela precisa se lembrar quem ele é e de todo o mal que já causou para tantas pessoas.
Já ele, nossa, é praticamente impossível não se envolver. Ignifex emana mistério e passei o livro inteiro sem saber o que esperar dele, já que sabia de todos os seus feitos nada heroicos, mas também percebia sua vulnerabilidade e a gentileza em muitos de seus atos. É um personagem complexo, no qual não sabia se podia ou não confiar. O mesmo aconteceu com Escuridão, que me deixou o tempo todo confusa demais para saber quem era e o que realmente desejava.
Beleza Cruel é um livro de leitura ágil e fluída, com uma trama que prende o leitor até o fim. Com o desenrolar da história fui me empolgando cada vez mais e ela foi mexendo demais com meus sentimentos. Senti pena de Nyx, raiva por algumas atitudes impensadas e torci muito para que ela conseguisse fazer a coisa certa. Confesso que achei o final um pouco corrido e em determinado momento fiquei um pouco confusa. Contudo, gostei do rumo que a autora deu à trama, mesmo sendo um pouquinho diferente do que eu imaginava.
O livro vai além dos clichês dos romances e traz para os leitores uma história repleta de magia. Para quem gosta de uma trama recheada de mistérios e surpresas de tirar o fôlego, com certeza não pode deixar de ler esse livro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário