sexta-feira, 15 de abril de 2016

Só Você

"A linda estudante pernambucana Ellis decide passar suas férias de verão na paradisíaca Praia dos Reis, onde se envolve na relação mais sensual e intensa de sua vida com um homem irresistivelmente atraente e possessivo: o médico Felipe. Acostumado a ter todas as mulheres que deseja e descartá-las em seguida, logo percebe que com essa garota as coisas seriam diferentes. Felipe está disposto a fazê-la só dele e não medirá esforços para isso. Um verão com muita paixão, muito sexo, muita intensidade... Dizem que amor de verão não dura para sempre. Será esse capaz de superar o ciúme, a distância e a volta à realidade?"


Título: Só Você
Autor (a): Manu Rolim
Editora: Novo Século
Número de páginas: 224


Comecei a leitura deste livro super empolgada, sabendo que seria uma leitura breve por conta do formato do livro, pequeno e de margens bem espaçadas. Gosto de leituras assim, principalmente quando saio de uma leitura mais intensa que exigiu um pouco mais de mim. Não conhecia a autora e, ainda assim, imaginava que gostaria do livro, não sei por que, nem como, mas me simpatizei com ele, assim que o vi.
Ellis, entra de férias da faculdade, onde cursa Nutrição, e já está decidida a se afundar no sofá junto aos amigos Débora e Gustavo (ou simplesmente Debi e Gu) e assistir muitos filmes e seriados, além de ler diversos livros. Porém, Debi acaba mais uma vez com o coração despedaçado por conta de um cretino por quem se apaixonou. E é aí que Lis toma a sua primeira atitude repentina, e sem planejamento na vida. Decide colocar o pé na estrada com seus amigos, conhecer pessoas e ares novos, e principalmente, ajudar a sua amiga a sair da fossa. Ela decide parar no primeiro local que lhes encantarem, nem que tenham que acampar.
Quando eles encontram a Praia dos Reis, se apaixonam pelo lindo local e resolvem que será ali onde passariam as suas férias. Assim que chegam ao local logo são convidados para uma badalada festa na casa de um tal Pipo. Se era diversão que eles queriam isto só estava começando e é claro que eles toparam. Mas antes desta festa, Lis passa por uma situação constrangedora. Na praia, ao escutar gemidos e achar que alguém poderia estar sentindo algum tipo de dor, ela flagra um casal transando. Ela não consegue ver o rosto dos dois, apenas a tatuagem de águia do rapaz. 
E é na festa que ela conhece o Felipe, que se encanta por ela e ela por ele. Depois de fugir dele com medo do que aconteceria depois, eles ficam um tempo sem se ver e ele acaba tendo que ir ao Rio de Janeiro resolver alguns problemas. Ao retornar, ele a encontra e a leva da praia para um local que ele já havia preparado de antemão. Após fazerem sexo por diversas vezes no decorrer do dia e decidirem dar continuidade a relação, ela descobre que ele é o tão falado Pipo. Na verdade, o mal falado mesmo, já que supostamente é um cafajeste que machucou o coração de uma das garotas que ela conheceu e que ela viu transando por duas vezes, com duas mulheres diferentes. Será que esta relação iria para frente depois disto?
Eu achei o livro bem fluido e uma leitura bem gostosa. Claro que existiram pontos em que fiquei estagnada e pensei: "Como assim?". Um destes momentos foi o rápido romance e namoro dos dois. Primeiro: eu nunca entraria no carro de uma pessoa que eu não conhecia ou com quem troquei pouquíssimas palavras (e estas poucas foram de cunho sexual). Segundo: ficar um dia inteiro com ele, somente porque ele queria, simplesmente está fora de cogitação. E isso nos leva a mais um ponto que é o fato do livro ter algumas passagens um tanto desnecessárias e os personagens usaram algumas expressões não muito elegantes ao se referirem às mulheres.  
O livro é narrado em primeira pessoa, com pontos de vista alternados entre Lis e Felipe. Lis é uma mocinha que não é tão mocinha assim e isto foi uma das coisas que mais amei neste livro. Sofrer todo mundo sofre, mas daí a decidir a não morrer por conta deste sofrimento é mágico. Ela simplesmente levanta, sacode a poeira da barra da saia e vai aproveitar a vida. E o final me deixou de cabelo em pé e totalmente curiosa. Um livro que termina assim acaba com todo o meu controle de ansiedade, principalmente por que não sei quando o segundo livro será lançado para sanar as minhas curiosidades. 
Só Você é um livro que super recomendo, principalmente se estiver como eu, precisando de uma leitura leve, divertida e sensual. Gostaria de conhecer um pouco mais da autora. Vi que ela é nordestina, como eu, e não consegui encontrar seu perfil de autora no Skoob. Quem sabe ela não aparece por aqui para dar um alô e claro, conta quando sairá o livro dois pois gosto de minhas unhas no lugar. ;)

Priscila Gonçalves

Um comentário:

  1. Oi, Priscila, tudo bem?
    Eu gosto de new-adult (acredito que essa seria a categoria do livro, não?) porém não gosto como - na maioria das vezes - o desejo do homem é levado mais em consideração e em conta do que o da mulher. Os mesmo problemas que você apontou, eu sei que me incomodarão. Portanto, preciso pensar muito antes de aceitar a leitura desse livro.
    De qualquer forma, obrigada pela dica! E que venham mais livros para que sua curiosidade possa ser sanada!

    Beijos, Iza
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir