quarta-feira, 15 de junho de 2016

A História de Nós Dois

Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada.
Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse.
Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara a ponto de duvidar se deve se casar afinal.
Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou...
Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?
Título: A História de Nós Dois
Autor (a): Dani Atkins
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 352


Como eu estava esperando por esse livro! Depois que li Uma Curva no Tempo, e adorei, fiquei extremamente curiosa para ler mais livros da Dani. E eis que A História de Nós Dois chegou e eu me joguei com tudo na leitura, sem medo de ser feliz. E o que eu achei do livro você confere aqui embaixo. 
Emma e Richard se conhecem desde sempre. Suas as famílias sempre foram amigas e quando eles começaram a namorar não foi surpresa para ninguém, foi até mesmo algo natural já que eles viviam sempre juntos. Quando ela foi trabalhar em Londres eles terminaram o namoro, mas retomaram o relacionamento assim que ela voltou para sua cidade natal. Os dois sempre se amaram muito e, quando ele a pediu em casamento, é claro que ela disse sim. Quem não aceitaria casar com o homem da sua vida? 
Essa história teria tudo para continuar linda, se não acontecesse um acidente que mudaria para sempre o rumo da vida de Emma. Voltando de sua despedida de solteira com as duas melhores amigas, Caroline e Amy, o carro onde estavam acaba se envolvendo em um acidente. Emma acaba sendo salva por Jack, um escritor americano que passava pelo local, que consegue retirá-la do carro um pouco antes dele explodir. 
Abalada com tudo, tendo que lidar com a perda de alguém que ama e com um casamento já prestes a acontecer, ela e Richard decidem adiar o casamento. E nesse meio tempo, ela acaba descobrindo coisas que irão mexer profundamente com seus sentimentos e a repensar seu relacionamento com o noivo. Ela o ama, mas será que seria capaz de perdoá-lo depois do que descobriu?
E é aí que Jack reaparece e passa a se fazer presente em sua vida. A conexão entre eles é quase imediata e, o fato dele ter salvado sua vida faz com que Emma comece a nutrir alguns sentimentos inesperados. Vejam bem, Jack é um amor de pessoa: gentil, atencioso, sempre pronto para ajudar no que for necessário... e é lindo! Me digam, como é que a pessoa não se deixa abalar por um currículo desses? Por outro lado, Richard é tão gentil, carinhoso, atencioso e amável quanto Jack. E mais: eles sempre se amaram. E agora, para qual lado da estrada Emma deve seguir?
Que livro lindo, que história arrebatadora, que protagonista chata! É isso mesmo que vocês estão lendo gente, eu não digitei errado. Emma é uma mocinha in-su-por-tá-vel, do tipo que eu gostaria de entrar no livro e dar uns bons tabefes. Não consegui me envolver com seus dramas, achei-a fria e egoísta em diversas situações e, se dependesse de mim, ela não ficaria nem com Jack nem com Richard, porque ambos mereciam coisa melhor. Falo mesmo! Eu até tentei entender o lado dela muitas vezes, fui solidária quando ela se decepcionou com Richard (eu também ficaria mal), mas o modo como ela começou a agir depois disso não deu para engolir. Faltou maturidade!
Também achei precipitado o interesse dela por Jack. Concordo que, uma atração seria inevitável (ele é maravilhoso demais para deixar qualquer mulher imune a sua presença), mas achei que tudo foi muito corrido. Como amar alguém que mal conhece? E outra: como conseguir esquecer alguém que amou por tanto tempo de maneira tão rápida? Enfim, não deu para engolir essa mocinha. Jà para os rapazes, sou toda elogios.
Em primeiro lugar, preciso dizer quem meu coração ficou muito dividido. Eu me apaixonei por Jack e sua "estranha perfeição". Em geral não gosto de personagens que não tem um defeito sendo exposto, mas com ele eu realmente fugi do meu padrão. Jack me conquistou pelas atitudes e pelo bom coração. Já com Richard eu vivi uma relação intensa onde tudo começou com revolta e raiva e se transformou no mais forte amor. Ele errou, gente! Errou feio, errou rude, mas tentou consertar isso sendo o mais verdadeiro possível. Como falei lá em cima, entendo o lado de Emma quando ela descobriu o "segredo" em questão, mas com o passar do tempo ele mostrou que estava sim arrependido, que a amava e que, mesmo separados ele nunca deixaria de se importar com ela ou com sua família. Eu enxerguei nele um homem arrependido, que estava mau por ter falhado, por ter de certa forma perdido a mulher que amava e, principalmente, alguém que estava disposto a fazer tudo para que eles ficassem juntos. Na minha opinião ele foi o melhor personagem da história.
A história é ágil e a trama, por mais que seja clichê e um pouco previsível em algumas partes, não deixou de manter um certo mistério a respeito de quem Emma escolheria no final. Eu não imaginava qual seria sua escolha, mas fiquei feliz por ela (muito embora ainda achasse que ela deveria ter ficado só, mas isso é birra de leitora). Os capítulos são narrados em primeira pessoa por ela e, em alguns momentos, temos algumas inserções de fatos do futuro. 
Assim como em Uma Curva no Tempo, a autora conseguiu me fisgar e inseriu no livro um diferencial: a questão do alzheimer. A mãe de Emma é portadora da doença e toda a família sofre junto com ela. Gostei da forma delicada como a autora retratou os momentos em que o assunto era abordado e de como a trama deu um "up" quando ela era o destaque. 
Como já falei ali em cima, eu AMEI o livro! A história me arrebatou e eu não conseguia parar de ler. Foi tudo muito intenso, muito amor e emoção juntos. Nem mesmo o fato de não ter gostado de Emma conseguiu me fazer desgostar da história. Ela foi maravilhosa e mexeu bastante comigo, muito mais do que Uma Curva no Tempo. Quem é romântico incorrigível, que nem eu, precisa ler esse livro. Romance lindo e que me tirou o fôlego. <3

13 comentários:

  1. Oi Neyla! Estou com esse livro aqui na fila e já vou começar lendo e pensando que o Richard vai se arrepender! Haha. Espero gostar também!
    Beijão, Mari Scotti

    ResponderExcluir
  2. Hehehe vc acha romântico e eu acho tenso! Esse deve ser daqueles que cada hora escolhemos um como preferido! Talvez por isso eu tenha ficado com vontade de ler. A história parece sim clichê, e ando fugindo disso desesperadamente, mas algo nesse me chamou a atenção.
    Só não me jogo, como vc disse, por conta da sua ressalva com a protagonista. Custava ela ser bacana?! Hehehe
    Vou procurar mais sobre o livro!

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  3. Oiii Neyla, tudo bem?
    Esse livro parece ser tão amorzinho <3 eu leria ele primeiro só por essa capa fofinha hauahuaahu e segundo porque parece aquelas histórias clichês e faz tempo que não leio algo assim.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla!
    Esse livro já está na minha lista, assim como Uma curva no tempo também! Só ouvi comentário excelentes sobre essa autora! Bom saber que vc é mais uma leitora apaixonada pelos livros dela!
    bj

    ResponderExcluir
  5. Olá Neyla, eu também amei Uma curva no tempo e assim que esse livro foi lançado eu comprei. Confesso que está na minha fila de leitura ainda pra esse semestre, e agora com a sua resenha fiquei muito mais ansiosa.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    www.embarcandonaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, Neyla.
    Eu no momento não lerei esse livro. Acabei de perder meu pai que estava com Alzheimer e não pretendo relembrar tudo o que passamos. E também o que você falou da protagonista foi o que bastou para eu não me interessar pela história. Eu sou das que não consigo separar a protagonista da história e quando a protagonista é chata, eu não consigo gostar da história.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Neyla! Eu pedi esse livro pela parceria da Arqueiro e não pude deixar de ler sua resenha para saber o que estaria me esperando. Eu amei a sinopse e, como romântica incurável, sabia que precisaria ler o livro!
    Confesso que me assustei quando disse que não tinha gostado da Emma, fiquei um tanto receosa; porém você amou o livro, então isso já é um ponto super positivo para mim! (Nunca me arrependi de ler um livro que você tenha indicado!)

    Depois que eu ler, você vai lá dar uma conferida? (vou te chamar no Face, tá? hahahahaha)

    Beijos, Iza
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gosto de ter relação de ódio com personagens, mostra que a trama é real, e que nem tudo é perfeito, né? rsrs
    Eu achei a trama bastante envolvente mesmo, e quero muito ler. Li várias resenhas, e cada vez fico mais ansiosa para conferir, o ruim é que estou cheiaaaaa de livros na fila, socorro!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  9. Helloo, Neyla! Tudo numa nice?!
    Quando o livro da Dani foi lançado no ano passado eu fiquei curiosa para ler, mas acabou que outros livros entraram na fila e se tornaram prioridade e com algumas resenhas negativas que vi por aí, não senti entusiasmo para perseguir a leitura. Quando vi esse lançamento e vi a sinopse decidi passar bem longe. Uma coisa que não gosto e não consigo conceber nos livros é o triângulo amoroso. Eu já achei chata a protagonista, imagina lendo a estória. Também não gosto de personagens perfeitinhos demais, não existe isso. Enfim, apesar disso gostei de saber que tem a questão do alzheimer. Acredito que seria um ponto forte na leitura. Mas eu simplesmente não me sinto motivada a fazer a leitura.
    Mas que bom que você gostou demais mesmo não gostando da protagonista, acontece comigo também muitas vezes ahahah.
    Beijin...
    Pieces of Alana Gabriela

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Dani Atkins também conseguiu me prender à leitura nesse livro! E, ao contrário de você, não achei a Emma chata. Consegui compreender Emma sobre as suas dúvidas no relacionamento com Richard, mesmo com todo o cuidado que ele tinha com a família dela. E também quando a atração que sentia por Jack, resolveu tomar espaço em sua vida. Gostei do livro, do final e de vários detalhes, a não ser a questão do anel que não engoli! Foi daqueles que tive que terminar a leitura para conseguir dormir naquele dia! Kkkkkkkkk!
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oieee! Ai meu deuss, esse é o tipo de história que me deixa tensa e mais indecisa do que já costumo ser kkkkkk Acho que mudar radicalmente e deixar um relacionamento que existe "desde sempre" faz de Emma uma pessoa muito corajosa. Será que ela vai se arrepender? Bjossss


    http://porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá Neyla,

    Acho que essa é a terceira ou quarta resenha que leio desse livro hoje, a maioria positiva e com certeza vou querer ler ainda mais depois da sua resenha....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Neyla.
    O outro livro da autora eu gostei, mas não foi tudo o que eu imaginava. Inclusive pelo visto a autora tem problemas em construir mocinhas rsrs.
    De qualquer forma, ainda tenho curiosidade pra ler esse novo livro.
    Beijo

    ResponderExcluir