terça-feira, 28 de junho de 2016

Carry On - Ascensão e Queda de Simon Snow

Simon Snow é um bruxo que estuda numa escola de magia na Inglaterra. Profecias dizem que ele é o Escolhido. Você pode até estar pensando que já conhece uma história parecida. O que você não sabe é que Simon Snow é o pior escolhido que alguém já escolheu.
Poderosíssimo, mas desastroso a ponto de não conseguir controlar sequer sua própria varinha, Simon está tendo um ano difícil na Escola de Magia de Watford. Seu mentor o evita, sua namorada termina com ele e uma entidade sinistra ronda por aí usando seu rosto. Para piorar, seu antagonista e colega de quarto, Baz, está desaparecido, provavelmente maquinando algum plano insano a fim de derrotá-lo.
Carry On é uma história de fantasma, de amor e de mistério. Tem todos os beijos e diálogos que se pode esperar de uma história de Rainbow Rowell, mas com muito, muito mais monstros.
Título: Carry On - Ascensão e Queda de Simon Snow
Autor (a): Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Número de páginas: 480



Quem me acompanha pelas redes sociais sabe que eu sou apaixonada pela Rainbow Rowell. Meu primeiro contato com sua escrita foi com Eleanor e Park, livro que amo de paixão e que é um dos meus preferidos dela. Para ser bem sincera, ele era o meu preferido, mas depois que li Carry On meu coração ficou dividido e conto agora o motivo a vocês.
Quem leu Fangirl sabe que as gêmeas Cath e Wren escreviam uma fanfic sobre a série Simon Snow. Pois bem, neste livro nós vamos conhecer justamente o tão famoso Simon Snow, garoto órfão que carrega nas costas o peso de salvar a comunidade mágica do Insípidum. Simon morou sua vida em um orfanato até que, aos 12 anos, descobriu que era um bruxo poderoso e que passaria a estudar em uma escola de magia chamada Watford com pessoas iguais a ele. Achou a história parecida com a de Harry Potter? É, eu também achei, mas quando a leitura vai evoluindo vamos percebendo que as semelhanças param por aí.
Simon não é bem o tipo de herói que se espera: não é tão inteligente e talentoso e sempre está se metendo em confusões. Aproveito para acrescentar que, na minha opinião, falta um pouquinho de simpatia ao rapaz, mas falarei disso mais a frente. O fato é que ele está cada vez mais ciente de seu destino. Em seu último ano na escola, ele percebe que está perto o dia em que precisará enfrentar o Insipidum e precisa estar preparado para isso. Se dependesse do Mago, diretor da escola de Watford, ele nem mesmo estaria cursando o último ano na escola, afinal sua presença ali é uma espécie de ameaça aos demais alunos. Mas Simon é firme nesse ponto: Watford é seu lar, onde estão seus amigos, sua namorada... e Baz, seu maior inimigo.
Baz sempre foi uma verdadeira pedra no sapato de Simon desde que entrou na escola. Os dois não se dão bem e Baz sempre tentou acabar com Simon de alguma forma. Para coroar isso tudo, os dois ainda são colegas de quarto. Uma situação que, claramente, me deixaria em desespero. O nosso vilãozinho sempre foi o melhor em tudo e negligenciar sua educação nunca foi uma opção em sua vida. Por isso, quando as aulas começam e ele não aparece na escola. Simon começa a ficar preocupado. Não por que ele sinta falta de Baz, mas sim por achar que ele pode estar tramando algo para matá-lo.
Mas, veja bem como são as coisas, Baz retorna à escola e o destino vai tratar de juntar esses dois por um bem maior. Em busca de respostas para algumas coisas que aconteceram quando Baz estava afastado da escola (e que eu não vou contar aqui), os dois decidem dar uma trégua em suas guerrinhas pessoais, o que vai deixá-los ainda mais próximos. O que Simon não sabe é que, por trás de todo ódio, Baz esconde um segredo. Ele está apaixonado... por Simon, seu maior inimigo!
Geeente, eu estou apaixonada!!!! Não sei nem como começar a contar a vocês tudo que senti enquanto lia. Pra começo de conversa tenho que dizer que Baz é maravilhoso demais! Desde o início ele já me chamava atenção pelo jeito mais arrogante e cheio de si. E depois que ele começou a ficar mais próximo de Simon, que mostrou que existia muito mais ali dentro do que um reles menininho metido, me ganhou de vez. Ele é um personagem intenso e, na minha opinião, coloca nosso herói no chinelo! Não que eu não tenha gostado de Simon. Gostei, ele é dono de uma personalidade bem peculiar, mas está longe de ter todo o carisma que Baz tem. 
A história é incrível e o foco não é num possível romance entre os personagens, afinal a trama toda gira em torno de algo maior. O livro tem ação, mistério e humor na medida. Eu dei uns gritos em algumas partes, soltei inúmeros "que fofo" em outras, chorei, sorri... mexeu com as minhas emoções de uma forma que eu não estava esperando. A leitura é rápida e os capítulos são intercalados por vários narradores, entre eles Simon, Baz, Penny (melhor amiga de Simon) e Agatha (namorada de Simon). Inicialmente a história demora a engatar e estava achando muito monótona. Mas quando engatou não queria mais parar (era obrigada a pausar a leitura somente quando o tablet começava a descarregar).
Quem já leu algo da Rainbow sabe do talento que ela tem para criar histórias envolventes e personagens que são encantadores. Ela conseguiu se superar com mais esse livro e mostrar que talento é algo que tem de sobra. Eu poderia ficar a resenha inteira citando mil qualidades para essa mulher, afinal ela é diva! Quando li Fangirl não fiquei muito animada com a fanfic, não consegui me conectar com aquela história que Cath contava de forma tão animada. Mas bastou começar a ler Carry On para me ver imersa naquele universo incrível que a autora criou.
A experiência foi maravilhosa e só me resta agradecer a Novo Século pela confiança e oportunidade de ter lido a prova do livro antes do lançamento. Não vejo a hora de ter meu exemplar em mãos e reler esse livro que é, até agora, o melhor que li em 2016. Leiam!!! Vocês precisam conhecer essa história maravilhosa! <3


6 comentários:

  1. Gostei bastante da resenha! e que honra em ler o livro antes do lançamento
    o livro parece ser bastante envolvente eu adoraria ter a oportunidade de ler!
    Bjs Lyh

    Rascunhos da Lyh

    ResponderExcluir
  2. Oiii Neyla, tudo bem querida?
    Sou completamente apaixonada por livros que possuem bruxos na história e o lugar INGLATERRA, quase morro de felicidade, diante disso a premissa realmente despertou meu interesse, leria com toda certeza.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Eu quero muito ler esse livre pelo simples fato de que é uma fanfic dentro de um livro. Como uma escritora de fanfic, eu mal posso esperar para ver como isso saiu.
    Beijos.

    bagnend.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Só li um livro dessa autora, mas já amo a escrita dela! A história que eu li me encantou profundamente, e vejo tantos elogios às outras obras que tenho certeza que também irei amar. Fiquei contente de saber que esse lançamento também é muito bom e envolvente. Quero muito ler a obra! A capa está muito bonita. Que bom que a editora está trazendo vários livros dela. <3
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Neyla!
    Infelizmente, eu vim ser do contra aqui no seu post rs eu só li Fangirl até hoje da autora e achei super decepcionante. S´consegui me conectar com a história la pelo final e achei o grand finale uma grande merda hahaha quase abandonei o livro e as partes sobre o Simon Snow eu simplesmente pulava por achar muito chatas. aí lançaram esse livro e bem, não to com a mínima vontade de ler, mesmo que você diga o quão maravilhoso o livro é :/ eu peguei uma antipatia com essa fanfic que só por Deus viu. Fico feliz por você ter gostado tanto, mas eu vou passar essa.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. *momento de surto fangirl*
    Desde 2014 eu tenho esperado pela oportunidade de ler Carry On. Fangirl é um dos meus livros favoritos e tenho certeza que Baz fará eu reler onde tudo começou.
    Estou muito ansiosa para conhecer esses personagens mais a fundo e passar por toda essa experiência emocional novamente!
    Rainbow <3

    Beijos, Iza
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir