segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Deadpool: Dog Park


Em Deadpool: Dog Park somos apresentados a Wade Wilson, o Deadpool, um dos personagens mais inusitados do Universo Marvel.
Neste romance, inédito no Brasil, o Mercenário Tagarela tem uma missão tragicômica: salvar a humanidade de terríveis filhotinhos de cachorro. Ok, falando assim pode até não parecer tão terrível, mas é preciso mencionar que esses fofinhos têm uma tendência um pouco incômoda de transformar-se em monstros gigantes.
A Deadpool cabe descobrir quem está por trás desse plano maligno. De preferência, com todos os seus órgãos intactos. Ao leitor cabe deleitar-se com o humor ácido e escrachado de Stefan Petrucha (autor de Jack, o estripador, em Nova York), de preferência sozinho, para não ser flagrado em ataques súbitos de riso.
Título: Deadpool - Dog Park
Título Original: Deadpool - Paws
Editora: Novo Século - Série Marvel #10
Autor: Stefan Petrucha
Número de páginas: 288

SKOOB - COMPARE & COMPRE - LOJA RECOMENDADA

O "Mercenário Tagarela" nunca esteve tão na moda. Seu humor escrachado, sua loucura patética - Como assim patética? Quem esse Ace pensa que é? - e sua capacidade de quebrar a quarta parede para se comunicar com o público se tornaram armas de conquista, principalmente do público mais jovem. Em pouco mais de 20 anos o anti-herói, criado originalmente como vilão, passou de uma piada para um dos mais amados e vendáveis personagens da Marvel. O número de revistas estreladas por ele cresceram, suas aparições em outros times se tornaram contantes - O Wade oficialmente é um Vingador. De carteirinha e tudo, Sr. "eu posso fazer uma resenha". - seu filme fez bastante sucesso e isso não iria ficar longe da literatura também...
Deadpool: Dog Park segue a linha de alguns dos outros livros da Série Marvel e funciona como um romance autônomo – não acontece dentro de nenhum período específico dos quadrinhos e nem precisa deles para ser compreendido – e tem como Deadpool o seu grande astro. A trama se apresenta de forma bem simples: a S.H.I.E.L.D contrata o mercenário como agente especial para uma específica e importante missão silenciosa de caça a monstros assassinos. - Ué, não é bem assim não, hein! Hey, cara! Seja mais honesto! - Ok! Para ser mais preciso: Deadpool precisa capturar cachorrinhos geneticamente modificados que se transformam em monstros sanguinários a qualquer momento. O problema é que esses filhotes modificados foram vendidos junto com uma leva de outros fofos e totalmente normais, e não dá pra diferenciá-los até que a transformação aconteça. A ideia da trama parece bem simples - E ela é! Bem simples, na verdade! - mas lembre-se que essa é uma história do Deadpool e com ele por perto nada transcorre da forma mais simples e natural. 
Stefan Petrucha transporta para as páginas de seu livro toda a essência do personagem dos quadrinhos. A já citada mente caótica do mercenário, sua alucinações, as piadas infames e a quebra da quarta parede, tudo isso é fundamental para que livro vá além da trama principal. Por mais ação que exista no livro, é o humor o ponto mais forte da obra, e a história ser contada pelo ponto de vista de um homem louco que tem noção que está dentro de um livro é apenas uma amostra disso. O controle da trama está basicamente nas mãos do próprio personagem que chega a discutir com o autor em determinada parte. Apesar de aparentar confusão a narrativa é fácil de ser acompanhada, e não é difícil entrar no clima para aproveitar a leitura fácil.
Dois detalhes bacanas de se notar são as participações (e citações) a outros personagens do universo Marvel e as diversas referências feitas pelo protagonista. Deadpool extrapola os recordes de referências a TV, Cinema, Literatura, e se você não estiver atento perderá esse plus - Mas se perder isso não vai ficar sem entender a trama. Exatamente! Não atrapalha em nada. 
Deadpool talvez tenha sido o livro Marvel que exigiu da Novo Século - do tradutor a aprovação - uma maior atenção aos detalhes gráficos. Não digo isso por se tratar do volume com mais ilustrações ou dos mais belos detalhes gráficos nas divisões de capítulos, mas por todo o cuidado com a tradução e as piadas visuais mantidas. Um exemplo disso, algo pensado pelo autor, é a forma como as vozes da cabeça do Deadpool se apresentam durante seus diálogos internos tradicionais dos quadrinhos. A voz nº 1 é representada pelo negrito enquanto a voz nº 2 é representada pelo itálico. Pensa que é fácil lidar com a loucura do Deadpool? - Com certeza não é! Com toda certeza! - Todo a projeto gráfico do livro ficou muito bacana, capa e diagramação merecem os parabéns, mas a saída para mudança do título foi louvável: para que não sabe o título original, Deadpool: Paws (Deadpool: Patas), faz referência direta a Jaws (o filme Tubarão, no Brasil) mas visto que a piada se perderia tanto na tradução literal quanto no uso do título brasileiro do filme, optaram por modificar a referência cinematográfica e funcionou muito bem.
Se você chegou até Deadpool: Dog Park procurando um livro profundo e com uma trama surpreendente, pode ter certeza que provavelmente deve ter pego o caminho errado em alguma prateleira da livraria. Agora se você está buscando um livro para ler se divertir  e dar algumas risadas, essa é uma boa indicação. Com muita ação, bastante humor, batalhas contra monstros gigantes - E as vozes! Não esqueça das vozes!- e muita, mas muita loucura, Deadpool é uma jornada certa para a diversão!




14 comentários:

  1. Queroooo e quero seu bonequinho tb hahahaha
    Sou fã desse herói e morro de rir com suas ironias. Junto disso, acho que a Novo Século está melhorando consideravelmente nos últimos tempos e merece esse destaque.
    Esse já cai pra lista com certeza.
    Amei sua resenha!!!

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Também quero o seu bonequinho, e sua coleção também kkkkk
    Achei bem interessante esse selo da Novo Século e fiquei bastante curiosa para conhecer um pouco mais da Marvel através dos livros.
    Adorei a resenha e não conhecia seu blog, achei muito fofo e já estou seguindo. Agradeço se você puder conhecer o meu cantinho também.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, bateu uma invejinha da sua coleção e já quero ela para mim,kkkkkk
    Ainda não li nada sobre Deadpool, só assisti ao filme dele e adorei seu senso de humor e sua trajetoria e vou procurar saber mais dele, e acho que esse que você resenhou é um ótimo para começar a saber da sua vida e trajetória e vou ver se acho ele para ler logo. Dica anotada.
    bjus

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Olha vai me desculpar, mas já vi o filme e achei uma tremenda bobeira. Esse é um super herói que achei péssimo, sem noção e nada haver. Então não leria e nem assistiria nada dele.
    Bjss

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ace, tudo bem?
    Gostei bastante da sua resenha. Meu único contato com Deadpool foi através do filme, mas o meu namorado adora e acompanha as HQs e tudo mais, com certeza irei indicar a sua resenha para ele saber um pouco mais sobre esse livro.
    Acho que o sucesso do Deadpool está justamente no jeito de ser desregulado e os pensamentos paralelos. Como você mencionou a leitura não é algo profundo é algo mais puxado para o humor, para relaxar.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. A maioria das pessoas preferem as histórias da marvel do que os filmes, dizem que mudam bastante coisas e deixam outras importantes de lado. Nunca li nenhum, mas tenho muuuita vontade! Essa coleção é tão linda <3

    ResponderExcluir
  7. Oi Ace, tudo bem?
    Vou aderir ao coro: eu também quero o seu boneco, risos.....Confesso que antes do filme, nunca tinha ouvido falar em Deadpool. Não faz muito o meu estilo, mas se disse que é divertido, com ação e humor, eu vou anotar a dica.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiiii Ace. Como vai?
    Vou dizer a mesma coisa: QUERO SEU BONECO, GENTE QUE LINDO!!!!!! Eu realmente não sabia que tinha alguma obra do Deadpool e isso me deixou aqui louquinha para adquirir o quanto antes, gostei muuuito do seu texto, parece ser uma obra e tanto, dica super anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Todos querem seu boneco e eu só quero sua coleção! Só tenho dois livros, falta muito para eu completar. :(
    Eu adorei o filme do deadpool, achei o personagem muito divertido e quero muito conhecer melhor sua história, pena que essa obra é autônoma, mas mesmo assim deve ser uma leitura excelente.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Ace, tudo jóia?
    Fiquei de olho na sua coleção de livros da Marvel <3
    Um dia vou começar a minha!
    Gostei do fato do livro ser um romance autônomo e poder ser lido independentemente.
    Sou muito fã do Wade e da história cinematográfica do Deadpool, nunca li nada mas a adaptação funciona para mim.
    A trama não parece profunda: puppies que podem virar monstros haha mas me deixou curiosa.
    Parabéns para a Novo Século, imagino como deve ser difícil a tradução de uma obra dessas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi ainda não li nenhum dos livros da Marvel, mas quanto a Deadpool estou familiarizada com a sua "personalidade", apesar de também não ter visto o filme, é pois é estou atrasada, mas entendo o que você quis dizer sobre o livro ser bem humorado, fiquei curiosa com a situação toda

    ResponderExcluir
  12. Olá tudo bem? Ainda não li nenhum livro lançado pela Novo Século, mas sempre gostei desse mundo da Marvel. Deadpool sempre foi um dos meus personagens favoritos, mas ainda não tive oportunidade de comprar o volume. Sua resenha me instigou mais haha
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Ace!

    Posso imaginar o quanto esse quadrinho é cômico só por a estrela ser o Deadpool, que já conheço pelo filme. Gosto de histórias assim, que podem ser lidas independentemente. Porque vamos combinar né, colecionar HQ's só pra quem tem uma grana sobrando mesmo, o que não é o meu caso. Só imaginando (e já com vontade de rir) o Dead indo atrás de filhotinhos. 😹

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Gostei de saber que funciona como romance autônomo. Tenho vontade de ler algum dos novos lançamentos da editora no quesito super-heróis, mas priorizo outros a deadpool, mas caso eu goste não vejo por que não me arriscar e ler esse exemplar.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir