sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Uma Mulher Livre


Dos deslumbrantes salões de baile de Manhattan para os horrores da Primeira Guerra Mundial, Danielle Steel nos leva para um mundo fascinante de uma jovem de espírito indomável. Nascida numa vida de luxo e glamour, Annabelle Worthington carrega o sobrenome, e a nobreza, de uma das famílias mais influentes de Nova York. Até que, num dia cinzento de abril, o Titanic afunda, levando junto o seu mundo. Seus pais e seu irmão mais velho estavam na viagem inaugural do majestoso navio, e apenas sua mãe sobreviveu. Para tentar confortar seu coração, Annabelle se voluntaria para trabalhar em um hospital, ajudando a cuidar dos enfermos, onde descobre sua verdadeira vocação. E, quando um homem nobre a pede em casamento, ela acredita que, enfim, voltará a ter dias felizes. Porém, novamente, o destino lhe prega uma peça, colocando-a no centro de um escândalo. Para fugir da tristeza que sua vida se tornou, ela vai para a Europa trabalhar no front da Primeira Guerra Mundial, ajudando a salvar os feridos. Na França, no auge do conflito, Annabelle consegue realizar um grande sonho: estudar medicina. O problema é que, mais uma vez, sua fé é colocada à prova, e ela precisará tentar retirar forças de uma grande tragédia se quiser renascer para uma nova vida. Com uma narrativa de tirar o fôlego e repleta de detalhes históricos, Danielle Steel nos apresenta uma de suas personagens mais fascinantes e singulares, e sua história inspiradora de dignidade, coragem e amor pela vida.
Titulo: Uma Mulher Livre
Autor (a): Danielle Steel
Editora: Record
Número de páginas: 294


Se você me segue em alguma rede social ou acompanha o blog, sabe que Danielle Steel é a minha autora preferida! Amo a forma como ela escreve e suas histórias, sempre recheadas de romance e drama são encantadoras. Imagine o tamanho da minha felicidade quando a Record anunciou o lançamento desse livro?! Fiquei doida! Precisava dele na minha coleção e um dia, sem nem esperar, recebi essa coisa linda em casa enviada como cortesia pela editora (obrigada <3). Comecei a ler já ciente que não me decepcionaria, afinal até hoje eu nunca li um livro dela que não superou as minhas expectativas. E não foi diferente! Terminei a leitura em êxtase, apaixonada por tudo que encontrei.
Anabelle tinha uma vida perfeita. Nascida em uma família nobre, vivia em uma mansão em Nova York, cercada de cuidados, conforto e muito amor. O relacionamento com os pais e o irmãos mais velho sempre foi muito bom e os laços que os uniam eram muito fortes. Eles viviam bem, eram felizes e tudo estaria perfeito se o destino não reservasse uma tragédia para essa bela jovem de 19 anos.
Os pais e o irmão de Anabelle, Robert, haviam viajado (ela, adoentada, ficou em casa para se recuperar) e na volta para casa, a bordo do Titanic, a tragédia acontece. O navio afundou, trazendo consigo dor e tristeza a milhares de pessoas, inclusive à nossa heroína que acaba perdendo o pai e o irmão. Desolada, a única coisa que acalenta seu coração é saber que sua mãe está viva.
Durante o período do luto, é ao lado da mãe, da melhor amiga e de Josiah, funcionário do banco de seu pai e um grande amigo, que ela consegue se recuperar de toda dor causada. Os dois estão sempre juntos e o inevitável acontece: ele se declara para ela e a pede em casamento. Apesar de não ter nenhum sentimento romântico por ele, ela decide aceitar o pedido já que ele é um homem íntegro e que faz de tudo para deixá-la feliz.
Tudo parecia maravilhoso outra vez, até que mais uma vez o destino resolve colocar a vida dessa jovem de cabeça para baixo. O golpe é duro e intenso, deixando-a desnorteada. Sem ter com quem contar, ela decide ir embora de Nova York e ir atrás do único sonho que ainda lhe resta: ser médica. Ela sempre desejou isso pra sua vida, mas sabia que o preconceito era enorme e que teria que enfrentar muitos obstáculos. decidida, vai para Paris em busca de algo para preencher o vazio que sente. O que ela vai encontrar por lá, isso você terá que ler para descobrir.
Que história linda! Se tem alguém com o poder de escrever um drama inesquecível, esse alguém é Danielle Steel. Por ser leitora assídua de seus romances já sabia que iria encontrar sofrimento e dor no decorrer das páginas. Anabelle passou por maus bocados, apanhou muito da vida, comeu o pão que o diabo amassou, mas mesmo assim conseguiu se superar. Dona de um coração puro, ela não é o tipo de pessoa que guarda mágoas e, apesar de ter sido tratada mal por pessoas que deveriam lhe estender a mão, ela não conseguiu guardar sentimentos ruins por elas e isso fica claro em diversas passagens.
A trama é carregada de emoção e nos mostra a trajetória de Anabelle em Paris, as mudanças em sua vida e seu amadurecimento. Uma boa parte da história tem como plano de fundo a Primeira Guerra Mundial e, apesar de não ser o foco do livro, temos algumas pinceladas de fatos históricos da época inseridos na trama, o que tornou a leitura ainda mais enriquecedora.
Uma Mulher Livre é uma história repleta de dor e traição, mas também de superação. Anabelle é uma ótima protagonista e foi a sua personalidade que me encantou logo de cara. Apesar de ter tido todas as regalias possíveis, ela não era uma garota mimada e desde muito nova já sabia o que queria fazer de sua vida. Ser médica sempre foi seu sonho e trabalhava como voluntária em um hospital, ajudando a todos sempre com muita gentileza. Não foram poucas as provações pelas quais passou, mas ela sempre encontrava um motivo para ter suas esperanças renovadas.
Terminei a leitura encantada! O livro me arrebatou de tal forma que só parava de ler quando não tinha jeito, inclusive fazia algumas narrações para os meus alunos e eles ficavam ansiosos para descobrir o que aconteceria com ela no final. Inclusive, uma das meninas me perguntou se esse livro não tinha um "felizes para sempre" porque "essa menina já deve estar cansada de sofrer, tadinha".
Nem preciso dizer que recomendo a leitura, né verdade? De leitura rápida e muito dinâmico, Uma Mulher Livre é um livro maravilhoso, emocionante e apaixonante! Eu me vi cativada por ele desde o inicio e, até agora, só em me lembrar já bate aquela sensação boa no peito. Sem dúvidas, um livro para ler e reler sempre! <3


9 comentários:

  1. Ai meu Deus, encontrei outra fã de Danielle Steel assim como eu!!!
    Este será o primeiro livro que irei adquirir assim que meu salário der as caras, não vejo a hora de tê-lo em mãos, amo tanto esta mulher e seus dramas emocionantes!!! Amei a premissa do livro, acho que nunca li nada que envolvesse o naufrágio do Titanic...
    Ansiosa!

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Nunca li nada de Danielle Steel, mas já ouvi falar muito e tenho muita curiosidade para conhecer sua escrita. Pelo que leio em resenhas, acho que tem tudo para me agradar.
    Gostei muito da premissa de Uma mulher livre, parece ser uma leitura emocionante, o fato de Anabelle não se deixar abater e depois de tudo que lhe aconteceu, ter coragem de deixar sua cidade e correr atrás de seu sonho me deixa ainda mais curiosa para conhecer a história.
    Beijos.

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Neyla, eu nunca li nada da autora.
    Menina, estou meio assim por essa percepção de que traz tanta dor em seus livros.
    Parece ser um livro bem intenso e que mexe com a gente.
    Espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  4. Ooo!
    Acredita que nem conhecia a autora?! (Ou pelo menos não me lembro haha)
    Só pelo título já curti, depois da resenha então... O livro parece ser ótimo, dica maais que anotada. Essa capa tá linda! <3
    Beijoos!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Neyla!
    Também sou fã de Danielle Steel, coleciono diversos livros e filmes dela. Meu favorito é Caleidoscópio, com Jaclyn Smith. Já enviei uma vez uma carta pra ela e obtive resposta, o que me deixou muito feliz, vou mostrar no blog. Estou super curiosa pra ler "Uma mulher livre", tenho certeza que será uma ótima leitura. Segui seu blog e vou ficar acompanhando. Muito sucesso, bjoo

    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie!!
    Morro de vontade de ler algo dessa autora!!
    E esse livro então, sendo tão bom quanto parece ser, com uma personagem feminina que amadurece em sua caminhada e essa ainda é feita em Paris, não pode ter nada melhor!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Acredita que eu nunca li nada dessa autora? Me sinto um et, hahahaha. Mas eu adoro tramas emocionantes assim, ainda mais quando mostra momentos de superação, e pelo jeito vai ser uma autora que eu vou acabar virando fã também, preciso logo ler algo dela.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Neyla, tudo bom?
    Adorei a autora ter incluído o Titanic na história! É um momento da história que a gente conhece né, e casa bem com sofrimento. A personagem pareceu ser do tipo que eu gosto, e isso já me anima muito. Nunca li nada dessa autora mas você falou tão bem que eu fiquei com vontade de ler algum livro dela.
    Adorei a resenha e assim como seus alunos, espero que a moça tenha um final feliz rs

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Já conhecia o livro anteriormente, mas não cheguei a ler a sinopse. Fiquei bastante curiosa para saber o que aconteceu na vida dela para que ela tivesse que se mudar e seguir o seu sonho e, obvio, saber o que acontece depois. Parece ser uma história com muito sofrimento, mas que, imagino, tenha um final surpreendente.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir