quarta-feira, 26 de abril de 2017

Os Mistérios de Sir Richard

Sir Richard Kenworth tem menos de um mês para encontrar uma esposa… Por isso sabe que não pode ser muito exigente. Mas, quando vê Iris Smythe-Smith ao violoncelo no tradicionalmente desafinado recital de sua família, pensa que o destino trabalhou a seu favor. Ela é o tipo de garota que não atrai muitos olhares, porém algo o faz ter certeza de que é a escolha perfeita. Iris Smythe-Smith já se acostumou a ser subestimada… Com seu cabelo muito claro, a pele alva e o jeito discreto, ela quase sempre passa despercebida, ainda que seja a única do Quarteto Smythe-Smith que realmente sabe tocar um instrumento – não que alguém consiga escutá-la em meio à cacofonia dos concertos. Por isso, quando o charmoso Richard Kenworthy pede para ser apresentado a ela, Iris fica envaidecida, mas também desconfiada. E quando o pedido de casamento dele se transforma numa situação comprometedora, Iris tem a sensação de que ele está escondendo algo… ainda que Richard pareça mesmo apaixonado e que o coração dela esteja implorando para que diga sim.
Título: Os Mistérios de Sir Richard
Série: Quarteto Smythe-Smith
Autor (a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 280


Iris Smythe-Smith é, certamente, a musicista de mais talento do tão famoso quarteto Smythe-Smith. Contudo, seu talento acaba ficando escondido no meio de tanta incoerência musical apresentada anualmente por ela e suas primas. A garota, que não se considera bonita, e sim sem graça e pálida, é o tipo que prefere observar a ser observada. Ela gosta de prestar atenção em tudo que acontece ao seu redor e seus olhos sagazes estão sempre registrando o que se passa. Imaginem então a reação dela ao perceber que está sendo observada, de forma insistente, por um elegante cavalheiro, enquanto cumpre sua sina de tocar no recital da família.
O cavalheiro em questão é Sir Richard, um homem misterioso que está procurando desesperadamente uma esposa. E quando ele bate os olhos em Iris, percebe que ela pode vim a servir para o que deseja. Vejam bem, existe um motivo (nada altruísta, já vou avisando) para que ele precise se casar de forma tão rápida, mas isso é algo que você precisa ler para descobrir. O dote não precisa ser dos maiores e a escolhida precisa ter algo na cabeça além de chapéus, afinal ele não quer se casar com uma mulher fútil. E Iris atende bem as suas expectativas, ele só precisa arrumar um jeito de conseguir arrancar um sim de seus lábios quando fizer o pedido.
Ele é gentil, se mostra atencioso em todos os momentos e balançou o coração da nossa mocinha. Contudo, ao ouvir o tão desejado pedido, ela fica sem saber o que responder. Acontece minha gente, que Iria não é boba e sabe que 2 semanas é um tempo muito curto para que conheça Richard. Mas ele não pode se dar ao luxo de esperar e, apesar de saber que não é a coisa certa a fazer, toma uma decisão: irá comprometer a honra da moça. E assim ele faz, beijando-a quando saberia que seriam apanhados.
Como isso seria um escândalo para a época, ela aceita casar-se com Richard. Não chega a ser algo ruim, já que ela se sente atraída por ele, mas não era bem assim que imaginava seu casamento. Além do mais, as atitudes de Richard são bem suspeitas, é perceptível que ele está escondendo algo e isso a deixa um pouco receosa. O que o futuro reservará para esse casal? Só lendo para descobrir.
Não sabia bem o que esperar desse livro. Por mais que a sinopse falasse de segredos escondidos, imaginei que fosse algo bem óbvio, mas acabei me surpreendendo quando finalmente descobri o mistério de Sir Richard. Foi uma trama que seguiu uma linha um pouco diferente das demais e que me manteve atenta às páginas, louca para descobrir o que esse homem tanto escondia. Tive meus ataques de raiva, dei uns gritos em alguns momentos e uns suspiros em alguns outros. O livro mexeu com minhas emoções e eu não esperaria diferente, afinal estamos falando de Julia Quinn e seu poder incomparável de desestruturar o leitor.
Os personagens me deixaram bem dividida. Pra começar, vamos falar de Iris, que é uma mocinha aparentemente sem graça, que eu nunca prestei muita atenção nos demais livros. A primeira impressão que tive dela foi de que era frágil demais, uma mocinha que precisava de um herói para mantê-la a salvo de tudo. Mas bastou virar algumas páginas pra perceber que, por trás daquela fachada, existia uma garota forte e muito inteligente. O jeito mais tímido vai, aos poucos, desaparecendo e deixando transparecer sua verdadeira personalidade. Ela pode não ser a mais carismática das Smythe-Smith, mas é uma das mais sagazes, algo que pode ser explicado pela sua incrível capacidade de observação (a qual eu invejo muito).
Em relação a Richard preciso ser bem clara: ainda não consegui ter uma opinião concreta a seu respeito. Ele tinha tudo para me fazer apaixonar, já que possui todas as características que me chamam atenção. Contudo, não gostei do que fez com Iris. Por mais que tenha entendido sua motivação e tudo que estava em jogo,queria dar na cara dele, essa é a verdade. Não é que Richard seja um mau caráter, longe disso. Ele é apenas um sujeito desesperado que estava buscando, da única forma que achava ser possível, fazer com que tudo ficasse bem.
Os Mistérios de Sir Richard foi um bom fechamento para essa série, que é fofa, cheia de romance e doçura. Julia Quinn conseguiu, mais uma vez, criar personagens cheios de características únicas, construir tramas envolventes e, principalmente, arrebatar nossos corações com suas histórias fofas e divertidas. Gostei da forma como ela trouxe tramas mais inusitadas mescladas aos tradicionais romances que estamos acostumadas. É uma autora que está sempre inovando e que, com toda certeza, vai cativar mais e mais fãs com suas belas histórias. Recomendo!


11 comentários:

  1. Oi Neyla! Tenho muita vontade de ler esses livros da Julia Quinn, mais nunca li nenhum! Tenho várias amigas que amam o gênero romance de época e acredito que leria até feliz.
    Atualmente ainda não estou comprando novos livros pq preciso ler todos que adquiri e assim que possível comprarei esse tb e linda resenha!Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oiiii Neyla tudo bem menina?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, mas fico feliz que tenha gostado dessa obra e assim trazido a resenha para nós, além do mais nem estou podendo comprar mais nada de livros, ótima resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Nossa que linda resenha parabéns.
    Amo romances de época e sou super fã da Julia Quinn, claro que já li os quatro livros e amei. Meu favorito é o segundo a história do Leo e da Anne é linda, mas essa capa é pereita <3

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Acho que sou uma das poucas pessoas que ainda não leram Julia Quinn. Quero muito e pretendo ler em breve, tanto os Bridgerton's quanto essa nova série, que pelo que parece é tão boa quanto a primeira.
    Fiquei bastante curiosa para saber como termina a história de Iris e Richard.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Neyla!
    Já ouvi falar e muito desse livro, já li os outros da série, mas ta faltando esse. Eu fiquei bem surpresa quando soube que uma do quarteto sabia tocar, coitada kkkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, já li algumas resenhas desses livro que me fizeram pensar em entrar na saga dessa leitura. Quem sabe um dia não compro um? Obrigada pela dica e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  7. Oi Neyla,
    Meninas, estou com uma vontade louca de ler essa série, quero muito conhecer esses personagens e claro, quero saber qual é o segredo de Richard.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?
    Eu confesso que não sou muito de ler romances de época, acredito que por te um contexto diferente dos livros que eu estou acostumada, mas esse quarteto que tem dado muito o que falar me chamou a atenção. Os personagens parecem ser incríveis e a historia cativante, com certeza está na minha listinha.

    ResponderExcluir
  9. Neyla, eu li pouca coisa da Julia Quinn, mas gosto muito da escrita dela.
    Apesar de ter lido apenas um livro da série anterior, estou louca para ler essa série.
    Como sempre a história parece ser do tipo que fascina a gente.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Eu não sou fã da escrita da autora, mas quero muito dar uma oportunidade para essa série, pois só leio elogios a mesma, e cada vez mais fico curiosa sobre esse quarteto.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Tenho visto muitos elogios sobre as obras da Julia, porém ainda não fiz a leitura de nenhuma delas.
    Iris parece ser uma personagem cativante. Creio que sua visão sobre ela tenha mudado muito, já que nesse volume podemos ter um vislumbre da sua real personalidade e nos mostrando que ela não precisa de nenhum herói que interceda por ela, afinal é demasiadamente forte.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir