quarta-feira, 10 de maio de 2017

Financiamento Coletivo: Araruama - O Livro das Sementes



Titulo: Araruama - O Livro das Sementes
Editora: Moinhos
Autores: Ian Fraser de Lima
Tipo: Literatura 



Que tal esquecer as fantasias repletas de elfos, anões e os tradicionais dragões e embarcar em uma nova experiência de literatura fantástica baseada nas culturas sulamericanas pré-colonização? Em tempos de valorização cultural e reconhecimento de identidade, chega a nós via financiamento coletivo uma obra deveras instigante. Trata-se de Araruama - O Livro das Sementes!

Em Araruama, você irá encontrar outros tipos de seres fantásticos, todos inspirados nas culturas e mitologias nos povos sul e mesoamericanos. Mapinguarís, Quetzalcoatl, Anhangüeras, entre outros, permeiam esse universo singular. Nessa reimaginação da América do Sul, ao olhar para os céus, dependendo de sua sorte (ou azar), você não verá dragões, mas poderá encontrar Aráybaca, a gigantesca arara azul, e do chão, dos abismos mais escuros da terra, o Taturanaruxu pode emergir.
Um mundo completamente novo, repleto de segredos e mistérios, aguarda por você.
O livro terá cerca de 250 páginas e inclui oito ilustrações do artista Paulo Torinno e terá o trabalho de edição da Editora Moinhos. Confira um pouco sobre a trama:
Esta é uma história de quando o tempo ainda era cru e a terra era menina.
Um tempo em que as grandes araras coloriam o firmamento.
Um tempo em que o fantástico ainda corria pela mata verde.
Nas sete tribos que fazem parte da Ibi (o mundo dos homens), todas as crianças recém-nascidas passam pelo ritual do aman paba. As Majé, curandeiras capazes de enxergar a linha que costura o tempo, dizem, logo após o parto, quanto tempo as crianças irão viver naturalmente em suas vidas, assim estabelecendo seus papéis na tribo. Quanto mais tempo você irá viver, maior sua posição na hierarquia tribal.
O livro das sementes acompanha o crescimento e o treinamento de cinco crianças mitanguariní (guerreiros aprendizes), que juntas irão ter que provar sua força e honra durante o ritual do Turunã, a jornada de passagem que todo guerreiro deve passar ao completar 17 Motirõ de idade.
No centro da trama está Kaluanã, o menino que recebeu de Monâ, a deusa mãe do tempo, o maior aman paba de todo o mundo. Destinado a ser líder de todas as tribos da Ibi, Kaluanã vive uma vida repleta de mimos e obrigações, muitas das quais ele não compreende completamente. Focado e determinado, ele se vê em uma relação inusitada com o líder de sua tribo, que, para muito desgosto do menino, o assume como se fosse um filho adotivo.
No frio de Ivituruí, treinando sobre os caprichos da neve, a menina Apoema descobre ser dona de uma habilidade ao mesmo tempo maravilhosa e infortuna: sonhar com os amanhãs. Capaz de enxergar aquilo que ainda não aconteceu, Apoema desenvolve um forte laço de amizade com um jovem chamado Akangatu, e juntos eles desvendam os mistérios das entranhas da terra, um segredo que mudará o destino de seu povo.
Além de Apoema e Kaluanã, Araruama - o livro das sementes também segue o treinamento de Eçaí, que nasceu com orelhas de jaguatirica; Batarra Cotuba, o gigante de Buiagu; Izel Pachacutec, a matadora de lbos-guará; e Obiru, o menino rejeitado pelo tempo.
Você pode ainda não conhecer o autor, mas não falta reconhecimento ao trabalho deste conterrâneo. Nascido em Salvador, Bahia, Ian Fraser é formado em Cinema & Vídeo e fundador do canal Teclado Disléxico no youtube. Seu primeiro romance, O Sangue É Agreste, venceu o Prêmio Jovem Autor Inédito pelo Selo João Ubaldo Ribeiro, criado pela Prefeitura de Salvador. O romance, um faroeste brasiliense repleto de experimentalismo formal, é o primeiro capítulo na trilogia os livros do sertão. Ian Fraser também escreveu e produziu a peça “A Máquina Que Dobra o Nada”, sucesso de crítica e vencedor do Prêmio Braskem de Teatro, a maior premiação do teatro baiano, na categoria Melhor Espetáculo Infantojuvenil.
Você não precisa confiar apenas na minha curadoria ao indicar o projeto e nas conquistas do autor! Alguns nomes conhecidos entre os booktubers - os youtubers literários - também emitiram a sua opinião sobre a obra, como Tatiana FeltrinVictor Almeida, do Geek Freak, JotapluftJu Cirqueira, do Nuvem Literária (links para as opiniões em seus respectivos nomes). Mas se quiser algo mais concreto, fica a dica: ouça o trecho abaixo pertencente a obra e preste atenção em detalhes como narrativa e construção de cenário.


Para quem não conhece (ou não acompanha as postagens que fazemos sobre FCs), o funcionamento de um financiamento coletivo é simples: os objetivos são esclarecidos na página da campanha e as recompensas são apresentadas, o apoiador escolhe entre as possibilidades com quanto irá contribuir já sabendo qual será a sua recompensa. Quando a meta não é alcançada o dinheiro é devolvido, e em algumas campanhas quando o valor estipulado é ultrapassado metas extras bonificam aqueles que contribuíram (não necessariamente todos, isso varia de recompensa para recompensa e de campanha para campanha).
Para participar do financiamento de Araruama, basta escolher um dos pacotes de recompensas disponíveis, com valores entre R$15 e R$ 349, que dão direito a recompensas variadas como exemplar digital da obra, livro físico, ecobag, artbook, calendário, aventura de RPG até uma estatueta exclusiva e a marca da sua empresa estampada no produto. Basta escolher o apoio que contemple aquilo que seja do seu interesse e caiba no seu bolso.
A campanha ficará disponível por mais 24 dias no Catarse (a contar de 10/05) e tem entrega de recompensas prevista para Dezembro de 2017. Agora que você já está por dentro de tudo confira a página do projeto no Catarse (https://www.catarse.me/araruama) e descubra mais informações sobre o quadrinho: quais exatamente são as recompensas, detalhes sobre como seu dinheiro será investido, artes, etc.
Apoie, divulgue, e ajude a Araruama - O Livro das Sementes a alcançar o seu objetivo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário