sexta-feira, 16 de junho de 2017

Codinome Lady V


Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação.
Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas.
Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes.Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes.
Titulo: Codinome Lady V
Autor (a): Lorraine Heath
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 256


Desde o ano passado participo de um grupo no whatsapp com algumas meninas incríveis que conheci por conta do instagram (já me segue por lá? Se não, clica aqui e vamos mudar isso). Nesse grupo fazemos leituras temáticas e a do mês de maio teve como tema romances de época ou clássicos. A minha escolha foi Codinome Lady V, livro super bem comentado, que encantou vários leitores e do qual só li coisas boas. Como não ficar curiosa? 
Nesse livro vamos conhecer Minerva, uma dama muito distinta que já está quase ganhando o título de solteirona. Apesar de já ter recebido algumas propostas de casamento, nenhuma encheu seus olhos ou alegrou seu coração já que foram provenientes de homens que não nutriam nenhum tipo de sentimento por ela e estavam de olho apenas no gordo dote que seu pai disponibilizara. O que acontece é que, além de não ser uma beldade, ela é uma mulher de personalidade forte, inteligente e decidida, muito diferente das damas da época, o que faz com que os homens simplesmente a considerem uma péssima escolha. Todas as propostas de casamento que recebera foram por interesse e tudo que ela deseja é casar-se com alguém que a aceite e ame como é.
Cansada de esperar as coisas acontecerem e querendo viver uma aventura, Minerva decide ir a um clube secreto, onde homens e mulheres se encontram com seus amantes ou simplesmente encontram parceiros para colocar em prática seus desejos. Como as mulheres frequentadoras do clube usam máscaras, ela tem a certeza de que não será reconhecida, evitando assim um escândalo envolvendo sua família. E é lá que reencontra Ashe, o Duque de Ashebury, famoso por ser um arruaceiro e, também, por ser um dos cavalheiros mais cobiçados da sociedade. 
Quando ainda era criança, o duque perdeu os pais num acidente de trem e foi criado, juntamente com seus outros amigos que passaram pela mesma fatalidade, por um homem que estava devastado pela perda de seu grande amor. O garoto cresceu ciente de que o amor era algo que fazia sofrer e, decidido a nunca se apaixonar, ela leva a vida a seduzir as mais belas mulheres, com as quais ele se envolve apenas por uma noite. Essa é sua regra. Mas tudo cai por terra quando ele se depara com Minerva, envolta com sua máscara, no clube Nightingale. 
A atração é simultânea e Ashe fica louco pela misteriosa Lady V. Contudo, nada acontece entre eles além de um beijo e ele, que nunca antes se viu tão atraído por uma mulher, começa sua busca pela misteriosa figura que habita seus pensamentos.

Se você acompanha o blog com uma certa freqüência, sabe que sou apaixonada por romances de época e sempre estou lendo algum. E esse entrou para a galeria dos queridinhos! A história é divertida, romântica, com personagens que cativam de imediato e com uma trama que, embora seja clichê, prende o leitor do inicio ao fim. Não é o tipo de livro que te surpreende ou que traz uma proposta inovadora. É muito fácil deduzir o que vai acontecer e alguns pontos são tão explorados em tramas do tipo que não são mais novidade para ninguém. Contudo, a história me fisgou e me manteve focada do início ao fim.
A escrita da Lorraine é atual e simples, ela não perde tempo com longas descrições e é direta ao ponto. Só isso já bastou para me ganhar de imediato! E com o passar das páginas minha simpatia por ela só aumentou, já que além de uma trama gostosa, ela trouxe também personagens que me cativaram.
Minerva me agradou nas primeiras aparições. Forte e decidida,ela rouba a cena com suas frases de efeito e o jeito franco de falar e agir. O que percebemos é que tudo que ela é, foi fruto da criação dada por seus pais. Eles não cobravam casamento, a estimularam desde criança a ter suas próprias ideia s e opiniões, e aceitavam a filha do jeito que ela era, cientes que a felicidade dela vinha a frente de tudo. 
Ashe é o típico mocinho dos romances que costumamos acompanhar e amar! Apesar de sempre aparentar uma calma sem igual e um jeito descontraído de levar a vida, sempre em busca de novas aventuras, ele também carrega uma enorme culpa pela morte de seus pais. É um daqueles mocinhos que causam estragos nos corações sonhadores e apaixonados.
Foi meu primeiro contato com a escrita da Lorraine e gostei demais do que encontrei. Agora resta aguardar os próximos livros, que contam a história dos amigos de Ashe. Estou bem curiosa, já que em Codinome Lady V conhecemos os rapazes e um pouco de suas vidas. Impossível não ficar curiosa para acompanhar tudo que vem por aí. ❤


Um comentário:

  1. Doida para ler esse livro!Amei sua resenha me deixou ainda mais instigada pela história,sem falar que essa capa é linda.

    ResponderExcluir