quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Sorrisos Quebrados












Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: a jovem Paola, a pequena Sol e seu pai, André. Os três são vítimas de violências distintas, que deixaram marcas profundas em cada um. Trata-se de uma história de superação de dores, magia, estrelas e de como importantes laços humanos podem se formar a partir da autoaceitação, da arte e da tolerância no cotidiano.



Título: Sorrisos Quebrados
Série: Quebrados #1
Autor (a): Sofia Silva
Editora: Valentina
Número de páginas: 240

E eis que chegou o dia de falar do tão bem comentado Sorrisos Quebrados, livro que já chegou aqui no Brasil com milhares de elogios e que me deixou num nível de curiosidade altíssimo! Já sabia que a história iria mexer comigo, afinal ela fala sobre relacionamentos abusivos e todos os livros que li até hoje, que tiveram essa temática, simplesmente acabaram comigo. E Sorrisos Quebrados já começou me quebrando no prólogo!
Quando Paola conheceu Roberto nunca imaginou que ele fosse notá-la. Não que ela fosse feia ou desinteressante, mas perto de suas amigas era como se ela ficasse ofuscada. Qual não foi sua surpresa quando eles se aproximaram e ele, no meio de tantas lindas mulheres, a escolheu. Tudo parecia mágico, seus pais o adoravam e suas amigas a invejavam, afinal de contas Roberto era um príncipe encantado. Contudo, com o passar do tempo o conto de fadas começou a ruir. O homem que antes era tão carinhoso acabou mostrando um lado que ela desconhecia. As agressões, tanto físicas como psicológicas, chegaram ao extremo quando ela tentou fugir. E como resultado disso, ela carrega cicatrizes terríveis no corpo e na alma.
Seis anos após esse fato traumático, Paola vive em uma clínica onde pinta seus quadros e tenta se recuperar de tudo que aconteceu. Ela ainda não se sente segura o suficiente para levar uma vida normal, principalmente porque a presença masculina ainda a afeta, principalmente aquelas que são mais intimidantes. A vida na clínica é tranquila e ela evita ao máximo manter contato com as demais pessoas, preferindo sempre o local mais escondido para pintar e assim expressar aquilo que sente. 
Em um dos seus dias ruins, onde a emoção fica à flor da pele e o fluxo de lembranças acaba sendo intenso, ela acaba conhecendo André. Alto, forte, ele tem o perfil de homem que a intimida e sua reação ao vê-lo é de desespero já que ele a lembra seu antigo marido, o que a leva a ter uma crise intensa de pânico.
Como vocês já devem estar aí pensando, André é sim o mocinho dessa nossa trama e também carrega cicatrizes na alma, assim como nossa mocinha. Pai de Sol, uma adorável garotinha que também faz tratamento na clínica onde Paola vive, ele se esforça ao máximo para dar à filha todo carinho e atenção possível. Apesar do porte mais intimidador, ele é um homem gentil e de bom coração, o tipo que você tem a certeza de que nunca irá te machucar. Há algum tempo ele também passou por uma situação difícil e desde então tenta fazer tudo que pode para fazer com que sua filha seja feliz.
Em meio a seus problemas, os caminhos de Paola e André irão se cruzar e será Sol o elo que os unirá. E é a partir daí que um novo sentimento irá nascer entre eles, transformando suas vidas e fazendo com que novas esperanças brotem em seus corações.
Eu já comecei a leitura com expectativas altíssimas, afinal de contas os comentários a respeito dele estavam intensos e só li coisas positivas. Mas, também estava um pouco temerosa porque, como já disse a vocês, sempre fico pé atrás com livros super bem comentados. Tenho medo de me decepcionar, da história acabar não sendo "tudo isso" pra mim. Claro que isso não aconteceu! A leitura fluiu super bem, eu me apaixonei pela história e, mesmo tendo achado o romance um pouco corrido, ele acabou superando as minhas expectativas.
Pra início de conversa, o prólogo já chegou com tudo e acabou com o meu emocional. Eu já estava ciente de que ele continha cenas fortes, mas não estava preparada para aquilo. Me desestruturou totalmente e me levou às lágrimas (muitas). E essa é uma característica forte do livro: ele é intenso e emocionante, com passagens que mexem com nossos sentimentos e nos levam a várias reflexões. A história é simples, sem grandes reviravoltas e com personagens que são cativantes.
E já que tocamos nesse ponto, vamos falar dos personagens. De imediato achei que me sentiria mais próxima de Paola, não só por ser mulher, mas porque ela traz uma bagagem forte. Acontece que, por mais que eu tenha sentido o coração enternecer e ter admirado sua força, não consegui me sentir próxima a ela. Acho que isso se deu porque ela é uma pessoa que não consegue se entregar por completo, que ainda sente uma dificuldade enorme de se aproximar das pessoas e acabou passando essa impressão forte pra mim. Já André, embora também seja um pouco mais fechado, acabou me conquistando. O amor pela filha, a história de vida e o coração generoso me fizeram ficar encantada. Senti uma ligação forte com ele e foi meu personagem preferido.
Apesar de ter gostado demais do livro, o romance quase que instantâneo me irritou um pouco. Achei que Paola, que tinha tanto pavor de pessoas e que teve uma reação tão forte ao ver André, se deixou levar muito rápido pela atração e se envolvendo de uma forma tão intensa que me surpreendeu. Acredito que se as coisas acontecessem de forma mais gradativa teria gostado muito mais e não ficaria com aquela impressão de que tudo aconteceu rápido demais.
A leitura fluiu super bem, a escrita de Sofia, embora seja muito poética, é fluida e a história prende do início ao fim. Os capítulos são intercalados entre Paola e André, e em meio a narrativa vamos conhecendo mais sobre o presente de cada um e tendo acesso a suas lembranças, que nos ajudam a entender o porquê de carregarem tantas cicatrizes na alma. É um livro com passagens lindíssimas, que transborda sentimentos, encanta e apaixona. Com toda certeza, você não pode deixar de ler. <3



13 comentários:

  1. Me arrependo de não ter procurado por ele na Bienal. Estou a um tempinho querendo ler esse livro magnífico e depois dessa resenha a vontade só aumentou, rs.
    Amo histórias assim que nos prende e nos mostram o verdadeiro sentido e valor das coisas, superação é algo que sempre me emociona. Beijos, sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Oi Neyla,
    Então sabe que ouvi falar muito desse livro também mas até agora não sabia direito sobre o que era a história, com sua resenha entendi direitinho.Então, não sei me agradaria tanto quanto você o livro, eu tenho um pre-conceito sobre mulheres que acabam se tornando assim abusadas demais, talvez por ter um gênio tão forte que nunca deixaria nenhum homem levantar a mão para mim, nem mesmo me xingar e falo isso porque já tentaram mas eu fugi longe antes mesmo de acontecer qualquer coisa, então quando leio algo assim não sei fico pensando porque a criatura não faz alguma coisa ao invés de ficar que nem um gatinho aceitando tudo. Tirando esse fato particularmente meu o livro parece ser muito bom sim, uma verdadeira lição de vida.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Neyla, tudo bem?
    Eu estou ouvindo maravilhas a respeito da escrita da Sofia, ela está fazendo um tremendo sucesso aqui no Brasil, mas também fico com o pé atrás com livros que estão 'hypados'... Enfim, não sei se me agradaria esse romance instantâneo, justamente por ela carregar uma bagagem emocional pesada, eu não acredito que se entregaria tão fácil a um novo romance. Por enquanto, vou adiando a leitura!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Costumo gostar de livros que me fazem refletir. Esse parece ser de leitura bem pesada, não estou nesse momento mas adoraria lê-lo em outro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu estou louca de vontade de ler esse livro e ainda não li eu tenho ele no Kindle, mas não sei por que ainda não fiz a leitura acho que estou esperando ter dinheiro para comprar o livro na minha estante, a sua resenha me despertou uma curiosidade, para fazer logo a leitura

    ResponderExcluir
  6. Oi Neyla, tenho este livro, mas infelizmente ainda não o li. De tudo que li sobre ele, me parece mesmo uma leitura emocionante e apaixonante.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. Oi.

    Gostei muito do enredo desse livro. Vi algumas resenhas dele dizendo que era muito bom e, por isso, quero muito lê-lo. Só falta comprar o livro e comecar a leitura. Estou bem animada e com muitas expectativas.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Não sou muito ligada em romances, então nem estava sabendo do lançamento desse. Infelizmente não me atrai muito pelo tema mesmo. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu gosto de escritas poética, isso em romances torna a história ainda mais incrível. Já vi avaliações positivas desse livro, mas ainda não me bateu aquela vontade de ler, pois estou com muita coisa acumulada. Mas a dica fica anotada. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Realmente, essa obra virou a querida entre os leitores e eu mal vejo a hora de poder ler. Parece ser uma leitura bem pesada mesmo. Eu provavelmente vou chorar logo no início também, mas acredito que irá valer a pena. Triste saber que o romance aconteceu muito rápido : (

    Beijos, beijos,
    Fernanda

    ResponderExcluir
  11. Oi Neyla tudo bem?
    Realmente parece ser uma história e tanto, cheia de envolvimentos e um drama de tirar qualquer leitor do chão, trazendo assuntos da nossa realidade, creio eu, e sei que eu amaria lê-lo.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. olá, Neyla ^^
    que bom que a leitura te surpreendeu no fim das contas... eu tbm sou dessas que fica com o pé atrás quando um livro é muito comentado pela blogosfera, medo de me frustrar kkkkkk

    mas o enredo não me atraiu, mesmo a autora tendo uma escrita bacana...é que não curto o gênero mesmo... enfim...

    bjs...

    ResponderExcluir
  13. Eu só escuto maravilhas dessa história. Acho a capa dele muito bonita. Mas neste momento não me vejo lendo ele. Pelo menos não por agora. Mas adorei poder ver sua impressão sobre a obra e a forma como ela lhe encantou.

    Beijos

    ResponderExcluir