segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Top 3: Os Partidões - Romances de Época


E aí, pessoal!
Vamos de Top 3? E antes que vocês me perguntem "Mas que mesquinharia é essa, Neyla Paula? Com tanto bofe bom partido por aí você vem pra cá falar de três?", eu já vou me justificando. Hoje vou apresentar meus três partidões de época, semana que vem trarei dos livros contemporâneos e, depois, terá o meu bônus super TOP com aqueles que eu casava na hora, no caixa, sem burocracia. Portanto, coisinha, você se aquiete aí, guarde esse seu tijolo e vem conhecer meus bofes escândalos de época.


1- Colin Bridgerton
Eu amo o Anthony, gente, amo! Mas o Colin é o meu partidão da família Bridgerton. E como é que a gente não se apaixona por esse homem que, além de lindo, é dono de um sorriso encantador e de uma personalidade marcante. Em minha opinião, ele é o Bridgerton mais cativante e, é o seu jeito bem humorado e as tiradas sempre tão precisas, que fazem com que ele se torne um cara super desejado.
Lembro que, quando li o primeiro livro da série, fiquei toda apaixonadinha por ele, já querendo que seu livro fosse lançado. Só que quando finalmente tive Os Segredos de Colin Bridgerton em mãos fiquei meio "assim, assim" porque ele estava mais maduro e eu gostava super do Colin molecão. Fiquei meio pé atrás, confesso, mas me rendi à sua versão mais madura e o amor só se solidificou.
Se me pede em casamento, a resposta é sim sem nem pensar duas vezes.
2- Matthew Swift
Ai gente, eu já estava preparada pra não ter um crush nessa série. Por mais que eu tenha gostado do Marcus, mocinho do segundo livro, não era nada assim desestruturante, sabe? Ele teve uma atitude infeliz no livro que me deixou meio chateada e que não o qualificaria para habitar meus sonhos. Foi quando achei que, pela primeira vez nenhum mocinho me agradaria por completo, que Matthew apareceu... e tudo mudou!
Gente do céu, que homem é esse? Seguro de si, exalando confiança pelos poros, lindo, sério, sexy e inteligente, isso sim é uma combinação explosiva! Enquanto a mocinha o jogava para escanteio eu só conseguia pensar no fato de que eu jamais o deixaria escapar. Um homão daqueles, sem tirar nem pôr!
3- Nicholas St. John
Assim como aconteceu com o Colin, eu me apaixonei pelo Nick (olha a intimidade) logo de cara, no primeiro livro dessa trilogia. Apesar dele e do Gabriel serem gêmeos idênticos e de possuírem jeitos bem semelhantes, alguns traços da personalidade do Nick me chamaram super atenção. Talvez por não ter o peso do título (o Gabriel é marquês), Nick é bem mais despojado, tranquilo e divertido. Também possui um olho incrível para arte, é muito inteligente, sagaz e lindo! E, além de tudo isso, o bofe ainda é RYCO! Se eu já queria antes, imagina só depois desse acréscimo (nada interesseira, né gente?)? E além de ser um rostinho bonito e uma carteira gorda, ele tem um coração enorme!
Tido como um dos melhores partidos de Londres, ele não poderia deixar de figurar nessa minha listinha, não é mesmo? Amor demais da conta! <3
 Agora que contei pra vocês meus três partidões dos romances de época, é a sua vez de contar pra gente quais são os seus. E fica de olho aqui no blog pra não perder os próximos bons partidos que irão aparecer por aqui. ;)
Um beijo


2 comentários:

  1. meu Deus, que trio de amores, sou uma pirigueti literária kkkk
    sou louca de amor por esse trio
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Hello!
    I loved the post, I didn't know your blog and I followed it, would you follow mine back?

    Greetings!
    Obsesión por la lectura

    ResponderExcluir