segunda-feira, 28 de maio de 2018

Dear Heart, Eu Odeio Você!


Jules era viciada em trabalho. Colocando sempre o amor em segundo plano, sua principal meta era construir uma carreira com sólida reputação. Cal Donovan era muito parecido. Ele havia traçado uma lista de objetivos para alcançar na vida, e nela só havia espaço para ascensão profissional. Mas um encontro ao acaso muda tudo. De repente, o amor não parece uma distração para atrapalhar seus planos. Como fazer um relacionamento dar certo quando a sua cara-metade mora a milhares de quilômetros de você? Como viver esse amor sem abandonar tudo o que construiu? Algumas vezes as nossas mentes elaboram planos, estabelecem metas, perseguem sonhos. E algumas vezes os nossos corações ignoram as nossas mentes e decidem apostar no amor.
Título: Dear Heart, Eu Odeio Você!
Autor (a): J. Sterling
Editora: Faro Editorial
Número de páginas: 288


Hoje é dia de falar de um livro que eu estava curiosa para ler, porém receosa. Dá pra entender? Pois é, eu não sabia muito bem o que esperar dele, sabia algumas poucas coisas a respeito da história e todo o meu conhecimento a respeito do livro era de que se tratava de um romance onde os protagonistas moravam em cidades distantes. Resolvi encarar o desafio e, o que eu achei a respeito da leitura você pode acompanhar aqui na resenha.
Jules é uma workaholic assumida, que respira trabalho e que não tem tempo para relacionamentos amorosos. Seu último namoro acabou recentemente e o motivo foi justamente por o trabalho estar em primeiro lugar sempre. Encontrar alguém que seja como ela ou que não se importe em ficar em segundo plano é difícil. Porém, depois que conhece Cal, ela descobre que isso não é impossível.
Assim como Jules, ele também é workaholic e vive para o trabalho. Relacionamentos? Sempre passageiros e ele evita ao máximo se envolver com alguém, além dos encontros casuais, já que sua carreira é o que mais importa. Tudo muda quando conhece Jules.
Ela está em Boston participando de uma conferência e o encontro dos dois, que acontece em um bar, é bem casual e poderia ter sido algo de apenas uma noite se eles não se sentissem tão atraídos um pelo outro. A química entre ambos é forte e eles passam momento incríveis juntos...até que a viagem de Jules chega ao fim. 
Ambos não assumem que desejam um relacionamento mais sério, ainda mais por conta da distância (ele mora em Boston e ela na Califórnia). Mas será que eles conseguirão disfarçar os sentimentos que os afloram quando a saudade começar a apertar? Como lidar com a vontade de ficar junto mesmo com quilômetros os separando?
"Mas e aí, Neyla, o que você achou do livro?". Pois bem, meus caros leitores, vamos ao que interessa. Como já falei ali em cima, não estava com muita expectativa em relação a ele justamente por saber muito pouco sobre a história. Esperava que fosse uma leitura rápida, que a trama me agradasse e que, por mais clichê que a trama se mostrasse, que ao menos fosse gostosinho de acompanhar. E ele foi realmente tudo isso.
De leitura fácil, a história e pegou logo de cara. Se tem uma coisa que me irrita as vezes em livros é a demora em engatar o romance, a enrolação que os autores fazem até chegar na parte que realmente interessa. A autora é direta e nos apresenta logo todos os fatos em relação aos personagens de forma concisa e sem rodeios, e eu vibrei com isso. Saber mais sobre os personagens é sempre bom, mas é melhor ainda quando vamos conhecendo-o de forma gradativa, acompanhando sua jornada no decorrer das páginas.
Os capítulos são intercalados entre Cal e Jules, o que eu acho super válido já que temos acesso aos pensamentos e desejos de cada um, sem contar que nos permite conhecê-los melhor. Ambos são bem carismáticos e, aquela frase já batida do "feitos um para o outro" parece ter sido criada justamente para esse casal já que são parecidíssimos em praticamente tudo!
Acho que o mais interessante nessa história é o fato dos personagens, que sempre deixaram o amor em segundo plano por acharem que a carreira era o mais importante, vão descobrindo a importância um do outro em suas vidas. O que começa de uma forma despretensiosa vai ganhando terreno e se transformando em algo mais forte e terno, que ambos sequer imaginavam que fosse um dia acontecer.
A história não é nada surpreendente, não posso negar. Mas é bem escrita, prende o leitor do início ao fim e traz personagens reais, que cativam e fazem com que torçamos para que, no final, tudo se encaixe e eles tenham seu final feliz. Além disso, possui personagens secundários que são um show a parte (estou apaixonada por Lucas, ele é simplesmente maravilhoso <3).
Se recomendo a leitura? Com certeza. Tenho certeza que muitas leitoras também irão se encantar por essa história de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário