segunda-feira, 23 de julho de 2018

Mais Forte Que o Sol









Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.
Quando Charles Wycombe, o irresistível conde de Billington, cai de uma árvore – literalmente aos pés de Elllie Lyndon –, nenhum dos dois suspeita que esse encontro atrapalhado possa acabar em casamento.
Mas o conde precisa se casar antes de completar 30 anos, do contrário perderá sua fortuna. Ellie, por sua vez, tem que arranjar um marido ou a noiva intrometida e detestável de seu pai escolherá qualquer um para ela. Por isso o moço alto, bonito e galanteador que surge aparentemente do nada em sua vida parece ter caído do céu.
Charles e Ellie se entregam, então, a um casamento de conveniência, ela determinada a manter a independência e ele a continuar, na prática, como um homem solteiro.
No entanto, a química entre os dois é avassaladora e, enquanto um beijo leva a outro, a dupla improvável descobre que seu casamento não foi tão inconveniente assim, afinal...
Título: Mais Forte Que o Sol
Série: Irmãs Lyndon #2
Autor (a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 288

SKOOB - LOJA RECOMENDADA

E depois de uma experiência não tão bacana com Mais Lindo Que a Lua, cá estou eu com o segundo livro dessa duologia da tão amada Julia Quinn. Se eu estava com medo da decepção? Com certeza! Mas procurei deixar meu receio de lado e me jogar na leitura sem medo de ser feliz e com a expectativa bem moderada. E o que eu achei dessa leitura vocês ficam sabendo agora.
Ellie e Charles se conheceram de uma forma bem atípica. Ele, que havia bebido mais do que deveria, simplesmente despencou aos pés da moça após cair de uma árvore. O que ele estava fazendo ali? Nem ele mesmo sabe, porém a queda fez com que seu pé sofresse uma torção e ela, um tanto relutante inicialmente, acabou ajudando-o. Ele então faz algo ainda mais inusitado: a pede em casamento. "Mas assim, Neyla, na lata?". Isso mesmo e o motivo vou explicar a vocês.
Charles é um conde e, segundo o testamento de seu pai, para não perder sua fortuna ele precisa casar-se antes de completar 30 anos. E, adivinhem só? Faltam poucos dias para que ele complete essa idade e ele viu em Ellie a chance de conseguir salvar seus bens.
A proposta é tentadora? Sim, ainda mais porque o pai de Ellie vai se casar e sua futura madrasta já está colocando as garras de fora, dizendo o que ela fará após se tornar a senhora da casa e, como se não bastasse, tentando lhe encontrar um marido. E nenhum dos pretendentes escolhidos por essa distinta senhora são dignos de casar-se com uma mulher como Ellie. E após pesar os pós e contras, ela decide aceitar a proposta do conde e tornar-se sua esposa. Não era seu desejo casar-se assim, repentinamente. Mas, assim como o conde, ela também precisa lidar com alguns problemas relacionados ao seu dinheiro, já que fez todas as transações usando o nome do pai e agora não tem mais como retirá-lo do banco sem precisar da assinatura do mesmo.
O casamento seria uma espécie de troca de favores e cada um deles tem algo a lucrar com isso. Contudo, com a convivência os dois vão se aproximar e acabar descobrindo que o sentimento inicial acabou dando espaço para algo bem mais profundo intenso como o amor.
Que livro bom! Já havia lido comentários positivos a respeito dele antes e todos sempre falavam do quanto a história era agradável e divertida. E, realmente, foi tudo isso. A história me fisgou logo na primeira página e já comecei a leitura rindo, o que foi maravilhoso. É uma leitura leve, muito divertida e com personagens que encantam.
Tanto Ellie como Charles são incríveis e não digo isso só porque os dois juntos formam uma dupla impagável. Ela é uma mocinha muito a frente do seu tempo, que sabe lidar muito bem com os números e investe seu dinheiro em transações muito boas. Ellie tem a cabeça para os negócios e isso é algo que chama muita atenção já que, para a época, não era algo próprio para mulheres. Tanto que, para fazer suas transações, ela utiliza o nome do pai sem que o mesmo saiba disso. Ela também é divertida e, mesmo que casar não fosse sua maior prioridade, também sonhava em ter sua família e um relacionamento cheio de amor.
A química entre os dois é intensa e eu torci para que o romance engatasse o mais rápido possível, já que estava explícito que os dois foram feitos um para o outro. E sim, o romance demora um pouco pra ganhar embalo e, embora estivesse ansiosa por isso, achei que foi uma grande sacada da autora não ir pelo caminho do "instalove" e seguir com a proposta do amor que nasce com o tempo. E, venhamos e convenhamos, que essa história de amor instantâneo não é algo que não agrada à maioria dos leitores.
O livro possui personagens secundários muito bons e um toquezinho de mistério já que, alguém na mansão do duque, está tentando sabotar tudo o que Ellie faz. E esse foi um diferencial muito bacana já que, muito embora eu imaginasse quem estava por trás das sabotagens, ficava esperando cheia de curiosidades pra saber o que a pessoa iria aprontar.
Eu amei demais Mais Forte Que o Sol e ele acabou entrando para a minha lista de romances de época queridinhos do coração. Foi uma leitura rápida, divertida e romântica sob medida. Ellie e Charles são impagáveis e muito embora o romance entre eles seja fofo, não são o tipo de casal que meloso e cheio de denguinhos. Acho que eles protagonizaram mais cenas divertidas do que melosas, essa é a verdade. Mas nem por isso deixam de ser maravilhosos e de fazer com que nossos olhinhos brilhem a cada nova cena.
Depois de ter me decepcionado com Mais Lindo Que a Lua, esse livro veio como uma espécie de redenção e trouxe uma história do jeito que eu gosto, toda trabalhada no amor. <3 Leiam, tenho certeza que irão amar.

8 comentários:

  1. Aposto que é um livro daqueles, que dificilmente saem da nossa memória e sempre que lemos é com carinho.
    Parece um casamento salvador, para ambos, enquanto um não quer perder a riqueza a outra não pode suportar sua indesejável parente! Vou esperar por muitas emoções!
    Ótima sugestão!
    Abraços 😊

    ResponderExcluir
  2. Oiiii Neyla

    Reamente o primeiro livrlo decepcionou bastante gente, vi várias resenhas negativas dele, que bom saber que nesse segundo a autora acertou o tom e conseguiu compensar seus leitores. Confesso que não sou muito de livros históricos, não me chamam a atenção, mas praquem é fã da Julia acho que vale a pena insistir na série ja que melhora bastante.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada da Julia Quinn,mas estou com vários na lista de desejos.
    Já li muitas resenhas negativas de Mais lindo que a lua, já percebi que esse livro divide bastante opiniões.
    Fico feliz que você tenha gostado desse, é tão ruim se decepcionar KK
    Esses dois quero ler,espero gostar de ambos.
    Gostei muito da sua resenha,beijos!

    ResponderExcluir
  4. Também gostei muito mais desse segundo livro, o primeiro já tinha me decepcionado bastante, mas a história dessa continuação é muito mais interessante e coerente.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Neyla, tudo bem?

    Quero muito ler essa duologia da Julia. Tenho visto muitas opiniões parecidas com a sua, falando que o primeiro foi uma decepção e o segundo foi incrível, o que me deixa bem animada. Gostei de saber que os personagens possuem uma boa química e que os secundários também conseguem se destacar. Quero muito.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Depois dessa resenha já decidi, vou passar o primeiro e partir direto para o segundo livro. Esse é feito na medida certa para mim, adoro romances de época que tem esse toque de humor. Adorei a resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Eu AMO a escrita da Julia Quinn e ver que algum livro dela não agradou me deixa boquiaberta. Mas vi algumas avaliações bem negativas quanto ao primeiro livro, e por mais que tenham sido negativas eu irei ler para avaliar.. pode ser que seja bom pra mim né? Eu estou louca pra ler essa duologia e sua resenha me deixou mais tentada ainda. Parabéns!

    Bjs
    Blog Tell Me a Book

    ResponderExcluir
  8. Oiiii flor, tudo bem?
    Acredita que eu nunca li Julian Quinn?
    Assumo também que morro de vontade de ler já que ela é uma das queridinhas da outra adm do blog.
    É uma pena que a primeira história não tenha te agradado tanto, pelo menos essa leitura veio para compensar...
    Obrigada pela dica! :)

    ResponderExcluir