segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Perigo Para Um Inglês

Malcolm Bevingstoke, o Duque de Haven, viveu os últimos três anos na solidão auto-imposta, pagando o preço por um erro, e perdendo, para sempre, um amor. Mas Haven precisa de um herdeiro, o que significa que ele deve encontrar uma esposa até o final do verão. Há apenas um problema – ele já tem uma…
Depois de anos no exílio, Seraphina, a Duquesa de Haven, retorna a Londres com um único objetivo – encontrar a felicidade, livrando-se do homem que partiu seu coração. Mas o marido lhe oferece um acordo: ela poderá ter sua liberdade, assim que encontrar uma substituta. Isso significa que terá que passar o verão com o marido que ela não quer, mas que, de alguma forma, não consegue resistir.
O Duque tem apenas um verão para estar com a esposa e convencê-la de que, apesar do passado, ele poderá tornar o felizes para sempre, uma realidade todos os dias...
Título: Perigo Para Um Inglês
Série: Escândalos e Canalhas #3
Autor (a): Sarah MacLean
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 304


Pre-pa-ra que agora é hora de resenha de época! Vocês já sabem que esses romances são meu fraco e que quando começo a escrever sobre os que gostei os corações ficam saltando da tela. Pois bem, preparem-se porque hoje não vai ser diferente. Nem sei como que essa resenha vai ficar, afinal de contas eu ainda estou em êxtase total com essa história que me arrebatou.
Se você leu Cilada para um Marquês, primeiro livro da série Escândalos e Canalhas, já conhece Seraphina e Malcolm, o duque de Haven. Eles fizeram uma rápida, porém inesquecível, aparição neste livro e agora Sarah veio nos brindar com a história desse casal que protagonizou uma das cenas mais memoráveis de todos os romances de época.
Seraphina é a mais velha das Irmãs Perigosas, a forma jocosa e desrespeitosa como são conhecidas as Irmãs Talbolt, e que laçou um dos homens mais desejados pelas mocinhas da época: o Duque de Haven. Foi impossível para ele não se encantar por aquela linda dama, dona de uma risada única e de uma personalidade marcante. Acostumado a ter várias mulheres lhe chamando atenção e dando-lhe todas as reverências por conta de seu título, ele se viu em uma situação totalmente diferente com Sera, que o tratava de igual para igual e parecia não dar a mínima para quem ele era. Os dois se casam, mas um grande mal entendido faz com que se afastem e ela foge, ficando longe dele e de todos aqueles que lhe feriram. Contudo, quase três anos depois de tudo isso, Seraphina está de volta e vai protagonizar um verdadeiro escândalo ao pedir, em plena Câmara dos Lordes, o seu divórcio.
Vocês bem sabem (e se não sabem vão ficar sabendo agora) que naquela época divórcio era algo extremamente escandaloso, os casamentos não podiam ser desfeitos de forma alguma e se isso acontecesse a mulher ficaria marcada para sempre.  Mas para Sera isso não era nada comparada a liberdade que tanto ansiava. Seria a saída perfeita tanto para ela como para o duque. Só que ele não está tão inclinado a lhe dar o que tanto deseja.
Vejam bem, existe um sentimento da parte de ambos, mas da dele soma-se também a culpa e o desejo de reconquistá-la. É por isso que ele bola um plano: Sera deverá passar alguns dias em sua residência para ajudá-lo a escolher, entre cinco jovens, sua nova duquesa. Claro que ele não tem intenção alguma de escolher uma daquelas mocinhas, seu desejo é reaproximar-se da esposa e reconquistar sua confiança e seu amor. Se ele vai ser be sucedido nessa jornada? Só lendo pra saber.
Que livro espetacular! Eu gosto demais da Sarah MacLean, acho suas histórias muito divertidas e suas mocinhas sempre me cativam. Já tive meus problemas com ela (se você leu a resenha de Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir, sabe que a história não me agradou tanto assim), mas é uma autora que, no geral, sempre traz tramas que emocionam, divertem e encantam. E com essa não foi diferente.
O livro já começa com uma cena memorável, com Sera entrando no parlamento de forma triunfal e pedindo, em alto e bom som, o seu divórcio. Só por isso já tive a certeza de que o livro iria ser um deleite aos meus olhos. Mas ele acabou se mostrando melhor do que eu imaginava.
Sempre gostei muito de livros que mesclam acontecimentos do presente e passado, o que ajuda bastante a compreender a história por trás de tudo. E Perigo Para Um Inglês segue esse padrão, o que me deixou extasiada. Existe uma história por trás de toda a mágoa de Seraphina e o motivo vai ficando mais claro a cada nova virada de página. Eu tinha uma birra do duque de Haven, não vou mentir a vocês, e sempre tive curiosidade de saber o que o levou a fazer o que fez em Cilada Para Um Marquês. Comecei a leitura querendo que Sera sambasse muito na cara dele e que fizesse esse homem sofrer muito. Mas bastou a leitura avançar pra eu me ver toda derretidinha por ele, torcendo pra que ela o perdoasse e que eles fossem logo viver feliz pra sempre. Eu não tenho jeito, né?
Não sei dizer o que gostei mais da trama. História com reconciliações tendem a ser muito cheias de dramas, de momentos tensos, mas essa foi leve e ao mesmo tempo muito emocionante, mas sem carregar muito no drama. Tiveram momentos em que a emoção veio à tona e que as lágrimas rolaram soltas (eu não seria eu se isso não acontecesse, não é verdade?), da mesma forma que as gargalhadas também tomaram conta de mim em diversas passagens.
Um dos pontos mais legais do livro é a forma como Sarah aproveita bem os personagens principais. Amei rever Sophie, que é a irmã que mais gosto e me identifico, e conhecer um pouquinho mais as demais moças, principalmente Sesily (que é a irmã mais louca e "pra frente" de todas). Gosto muito quando há um foco não somente no casal principal, mas também nos demais personagens. Acho que deixa a história mais dinâmica e não a torna repetitiva, já que tem outros pontos a serem abordados além daquele principal.
Perigo Para Um Inglês foi a minha melhor leitura do mês de agosto e está na lista de melhores romances de época já lidos. Amei demais os personagens, achei que a trama foi bem além do que eu imaginava e me apaixonei! É um livro que indico MUITO para todas as fãs do gênero. E, apesar de ser o terceiro de uma série, pode ser lido sim fora da ordem (eu indico que leiam pelo menos o primeiro antes pra conhecer a história de Sophie e saber o motivo de todas as irmãs odiarem tanto o duque). Pra quem procura um romance que mexa com suas emoções, esse é a pedida certa!

11 comentários:

  1. Histórias de reconciliação, nas quais vemos os esforços de um dos envolvidos (ou até de ambos) causam fortes emoções em nosso peito, acabamos ficando na torcida para que a história de amor resista aos obstáculos que a vida nos impõem tantas vezes. Em uma época tão diferente da nossa fico imaginando tudo o que as pessoas sentiam e passavam em situações como essa.
    Ótima sugestão!
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
  2. Olá! Torci o nariz no começo pro fato do marido ser pego traindo a esposa, mas aí, fui descobrindo um pouquinho da trama, do casal, e me imaginei pensando no que poderia ter acontecido para a esposa sumir por 3 anos e voltasse depois, diferente, querendo o divórcio? Acho que a história promete mesmo, bem apaixonante como você descreve! Adoro romances de época, e esse parece mais um daqueles de tirar o fôlego! Obrigada pela resenha!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  3. Olá Neyla,
    Esse é um romance de época diferente, né? Não me recordo de ter lido nenhum, até agora, com um casal formado que quer se reconquistar. Fiquei bem curiosa para ver como essa reconciliação vai acontecer e é uma dica que vou anotar, sem dúvidas.
    Espero que esse seja o melhor livro que eu leia, quando o fizer.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla, tudo bem?

    Sua animação a cerca da obra também despertou o meu interesse e vontade de realizar a leitura. Adoro quando uma personagem já inicia uma obra quebrando paradigmas, só mostra o quanto o enredo tem a oferecer. Amo uma boa história de reconciliação, onde as coisas vão acontecendo com calma e no momento correto. Já anotei esta dica e com certeza vou ler essa série. Amei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Neyla!
    Não sou a rainha dos romances de época, mas sei que é uma leitura que arrasta multidões e as autoras são sempre badaladas *-*
    Nossa, que corajosa essa Sera entrando assim no parlamento. Dá pra ver que ela é um personagem forte só por essa pequena descrição que você faz dela
    Também sou como você, adoro livros que mesclam o passado com o presente, fica muito interessante e intrigante acompanhar a história.
    Disse que não sou chegada em romance de época, mas estou começando a achar que vou dar uma chance para esse livro da Sarah. haha Saber que foi sua melhor leitura do mês de agosto já me deixou bem animada para dar logo uma chance para Perigo Para um Inglês! Lerei fora de ordem mesmo, mesmo você dizendo que seria bom ler o primeiro livro hahah
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oiii Neyla

    A Sarah é a unica autora de históricos que conseguiu me conquistar. Li aquela série dos Canalhas dela e meu Deus, me apaixonei porque sai do clichê, foi divertido e cativante.
    Essa nova série dela ja estava na minha lista desde que vi, e quero demais ler. Sarah sabe como criar personagens adoráveis, e fico feliz em saber que outra vez ela arrasou com seus personagens principais. Com certeza quero ler, adoro histórias leves que conseguem tocar em temas que poderiam ser mais pesados mas conseguem passar a mensagem de maneira sutil e leve.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei bastante da leitura, mas existiram momentos em que torci pros dois não ficarem juntos. Mas no fim eu me convenci e torci pelo casal.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Dessa série, eu só li o primeiro livro e gostei demais! Também estou querendo ler os outros, mas como estou intercalando as leituras por gênero, tenho lido bem menos romances de época do que gostaria.
    Já gostei desse início que você destacou na trama e já sei que vou gostar demais dos personagens. Gosto muito de livros com reconciliação.
    Já está na minha lista.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Excluir comentário de: Coisas de Meninas
    Blogger Faby Souza disse...
    Olá, tudo bem?
    Eu também amo a Sarah. Já li os primeiros livros dessa serie e não vejo a hora ler esse também. Pela sua resenha deu para notar que é um livro apaixonante. Louca para saber como o duque de Haven conseguirá convencer a sua esposa e quais estrategias eles vao usar contra o outro. Amo romances de epoca e os da Sara sempre nos fazem rir e se emocionar. Quero pra ontem. Amei a sua resenha. Só me deixou ainda mais curiosa por essa leitura 😍
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. oi, Neyla. fico feliz que a leitura tenha te empolgado tanto... bom poder ler fora de ordem, para aqueles que não pegaram a série desde o início... mas pra ser sincera contigo, romances de época não fazem minha vibe... mas já ouvi boas críticas a respeito da autora...
    abração :D

    ResponderExcluir