segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Opostos

Katy sabia que o mundo mudou na noite em que os Luxen chegaram.
Ela não podia acreditar que Daemon deu as boas-vindas à sua raça ou ficou de pé enquanto sua espécie ameaçava destruir todos os humanos e híbridos na Terra. Mas as linhas entre o bem e o mal se misturaram, e o amor se converteu em uma emoção que poderia destruí-la… destruir a todos.
Daemon fará qualquer coisa para salvar aos que ama, inclusive se isto implica em traição.
Eles deverão se unir a um inimigo improvável se quiserem ter alguma possibilidade de sobreviver à invasão. Mas quando rapidamente se torna impossível distinguir o amigo do inimigo e o mundo está desmoronando ao seu redor, eles podem perder tudo - inclusive aquilo que mais amam - para assegurar a sobrevivência de seus amigos... e da humanidade.
A guerra chegou à Terra. E não importa o resultado, o futuro nunca será o mesmo para os que ficarem.
Título: Opostos
Série: Saga Lux #5
Autor (a): Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
Número de páginas: 344


E chegou a hora de me despedir de uma das minhas sagas preferidas. Quem diria que eu, uma pessoa tão avessa à livros com elementos fantásticos, fosse me apaixonar perdidamente por essa história. Lembro que, quando comecei a ler o primeiro livro, pensei: “Ah, tenho certeza que essa mistura de aliens, romances e adolescentes não vai dar nada que preste. É quase a mistura do Brasil com o Egito!”. Mas língua foi feita pra quê? Pra pagar, claro! E hoje, após os tantos anos que acompanho essa série, venho aqui contar o que achei de Opostos.
Mas antes de tudo, fica aqui o meu aviso. Esse é o quinto livro de uma série e terão alguns prováveis spoilers aqui. Portanto, se você não quer se pego desprevenido, é só pular para a parte da minha opinião que fica logo após a foto.
Após a chegada dos Luxens a Terra, a vida de Katy virou de cabeça para baixo. Ela e Daemon, que sempre estiveram lado a lado em tudo, acabaram separando-se. Ele e os irmãos partiram juntos com os demais Luxen e ela ficou para trás junto com Archer, Lucke e Beth. Não se sabe ainda qual o paradeiro dos irmãos, mas o mundo está em polvorosa depois de tudo que foi noticiado, ao vivo, em rede nacional. Cabe a ela tentar ficar em segurança e cuidar de Bethy, que se encontra em um estado que requer bastante atenção.
Mas em uma saída para ir ao supermercado, ela se depara com um grupo de Luxen, entre eles Daemon e Dawnson, e acaba sendo capturada. Levada ao quartel general,acaba descobrindo que eles têm planos de dominar a Terra e já começaram a agir. A situação não é nada fácil para Katy, principalmente porque os Black parecem estar totalmente do lado dos Luxen e dispostos a agir como os demais, provocando todo o tipo de destruição. Será que aquele amor, antes tão forte e intenso, entre ela e Daemon não existe mais? Será que ela nunca foi tão importante para ele como aparentava? As respostas para essas, e muitas outras, perguntas você só descobrirá quando fizer a leitura.
Não falarei mais além disso, afinal estamos no quinto livro de uma série e isso é todo que consigo contar sem soltar algo que possa estragar a sua leitura. Pode parecer bobagem, mas sou muito preocupada com isso, sempre reviso minhas resenhas para o caso de deixar passar algo que possa a vim estragar a leitura da outra pessoa.
Eu não sei bem o que esperava de Opostos. Estava muito ansiosa, claro, principalmente porque o final de Originais foi de cair o queixo. Mas também estava tentando não cultivar tanta expectativa por medo de me decepcionar. O livro anterior, embora tenha sido muito bom, começou de uma forma muito lenta e a leitura foi um pouco arrastada, portanto meu medo era de que esse trouxesse essa mesma característica. Contudo, nem precisava ter me preocupado já que ele começou com muita ação e manteve um ritmo constante do início ao fim, trazendo novas informações, acrescentando novos personagens, sem deixar a leitura enfadonha ou lenta.
É visível o amadurecimento de Katy nesse livro. Desde o terceiro livro já vinha percebendo algumas mudanças sutis em seu comportamento, que se repetiram em Originais e se intensificaram ainda mais neste livro. Acho interessante ver como a forma de agir e pensar mudaram com o decorrer do tempo e como se transformou em uma garota forte e corajosa,que não pensa apenas em seu bem estar como no de todos ao seu redor. Chega a dar um certo orgulho dessa menina, que sempre foi minha personagem preferida da trama.
Daemon também amadureceu e, muito embora o jeito mais arrogante ainda seja sua marca registrada, podemos perceber nos capítulos narrados por ele, que aquele garoto prepotente deu lugar a alguém centrado, disposto a lutar pelo que é certo e para proteger aqueles que ama. Para mim, que gosto de acompanhar o crescimento dos personagens, foi incrível perceber o quanto ele mudou para melhor.
Outro ponto positivo são os capítulos intercalados entre Daemon e Katy. Conhecer a história por olhos diferentes é algo que sempre me agrada, afinal de contas podemos ter uma maior abrangência dos fatos.
Opostos foi um final incrível para essa saga que é dona do meu coração. Teve ação, descobertas, risos e lágrimas (me emocionei demais em uma determinada parte, só de lembrar meu coração já fica daquele jeito). Foi um livro intenso, ágil e que deixou aquele gostinho de saudade. Não foi fácil me despedir de Katy, Daemon e os demais, afinal de contas a gente se apega aos personagens e dizer adeus é algo que causa até uma certa dorzinha. Mas o fiz com um sorriso enorme nos lábios, afinal superou todas as minhas expectativas.
Se você ainda não leu a Saga Lux, essa é a hora. Tenho certeza que também vai amar essa história. <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário