quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Sem Escolha

Está cada vez mais quente na cidade litorânea de Sea Breeze, e Marcus Hardy encontrou o abrigo perfeito para passar os próximos meses de calor: o frequentado apartamento de Cage York.
As garotas estão sempre entrando e saindo de lá, em sua maioria mulheres lindas que nunca ficam mais de uma noite. Quando Marcus chega, está apenas buscando curar seu coração ferido. Só que uma das frequentadoras mais assíduas da nova casa logo chama sua atenção.
Willow – ou apenas Low – é a mulher com quem Cage pretende se casar. Mas os dois são completamente diferentes, e Marcus não entende como ela pode lidar tão bem com a infidelidade de Cage.
No fundo, Low precisa mesmo é de um homem de verdade... bonito e sensível como Marcus. Porém, as coisas não são tão simples, e esse relacionamento vai se complicar de um dia para o outro, assim que um grande segredo for revelado.
Em Sem Escolha, segundo livro da série Sea Breeze, Abbi Glines continua a atiçar a imaginação dos leitores com personagens sedutores e romances apimentados.
Título: Sem Escolha
Série: Sea Breeze #2
Autor (a): Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 224

Essa é aquela hora em que você vê um livro de Abbi Glines e se lembra que a dona desse blog é uma das maiores fãs dessa autora. Eu sei que você sabe que eu amo Rosemary Beach (e caso seja novo por aqui, agora já está sabendo) e esse amor já se estendeu até Sea Breeze, nova série da autora. Já contei aqui o que achei do primeiro livro, Sem Fôlego, e hoje vim falar da minha experiência com Sem Escolha.
Marcus é aquele tipo de cara que toda garota gostaria de ter ao seu lado. E não digo isso apenas porque ele é lindo de viver e tem um corpo todo trabalhado na definição. Nada disso. Ele é responsável, tem um apreço enorme pela família e sempre está disposto a ajudar. A relação com a mãe e a irmã é maravilhosa, já com o pai as coisas não andam muito bem e esse é um dos motivos dele ter retornado da faculdade para Sea Breeze. Para evitar conflitos, já que o pai está traindo a mãe com a secretária mais jovem, ele vai morar com Cage, um velho amigo, e é lá que conhece Low.
Willow, ou simplesmente Low, tem uma relação um tanto quanto estranha com Cage. Ele sempre diz que ela vai casar-se com ela, mas a garota sempre faz questão de mostrar que ele é apenas um grande amigo. Sua vida não é muito fácil e, desde que a mãe morreu, ela vive altos e baixos com a irmã. Ela só não se afastou totalmente por conta da sobrinha, ainda bebê, por quem Low tem um amor imenso.
Cage sempre foi seu porto seguro, aquele a quem ela recorre nos momentos mais difíceis de sua vida porque sabe que ele nunca irá abandoná-la. Contudo, ao conhecer melhor Marcus um sentimento começa a brotar. É difícil ficar imune ao charme do rapaz, afinal de contas ele é um gentleman. Mas será que ele conseguirá não magoar seu coração quando algumas verdades dolorosas vierem à tona?
Se você está procurando uma leitura rápida e com um romance fofo, essa é a pedida certa. Confesso que, quando li o livro anterior fiquei meio “assim” com a trama. Vejam bem, eu havia me despedido de Rosemary Beach e foi impossível não fazer comparações, mesmo sabendo que ambas tinham propostas bem diferentes. Esperava mais e por isso fiquei um pouco desiludida. Porém, foi só começar Sem Escolha pra perceber que ele seria diferente.
O livro trouxe uma história clichê, porém muito bem escrito e que não dá vontade de parar de ler. A história de Marcus e Low é muito gostosa de acompanhar, principalmente porque são dois personagens muito carismáticos, que já sofreram muito na vida e que estão querendo apenas uma chance para ser feliz.
Marcus é um amor de pessoa e desde o primeiro livro já fiquei curiosa em relação a ele, que sempre se mostrou ser um amorzinho. O jeito maduro de ser, a forma carinhosa e gentil de tratar a Low e a família me conquistou. Com Low as coisas foram um pouquinho diferente. Gotei dela de imediato e, quanto mais ia conhecendo sobre sua história, mais a admirava por conta da força e coragem que carrega consigo. Contudo, ela tomou algumas atitudes que me desagradaram demais, o que me fez ficar um tanto receosa. Eu entendo o medo de ser abandonada e de ter seu coração magoado. Mas nada justifica ficar, de certa forma, alimentando os sentimentos de uma outra pessoa só para ter alguém que nunca irá abandoná-la. Isso sem contar uma crise sem motivos que me deixou revirando os olhos de indignação.
O livro é narrado em primeira pessoa, com capítulos intercalados entre os personagens, o que nos permite uma visão mais ampla da história. É uma trama simples, sem grandes reviravoltas e com um pequeno mistério que pode ser facilmente descoberto caso você preste atenção. A leitura é rápida e, como sempre acontece nos livros de Abbi, as páginas praticamente viram sozinhas. Gosto da forma como ela escreve e me deixa totalmente inserida na trama de uma forma que nem sinto o tempo passar.
Eu adorei o livro, ele trouxe um romance muito fofinho, com aquela pegada mais quente que Abbi sempre coloca em seus livros. Estou muito ansiosa pelo próximo volume e já ouvi falar que ele é ainda melhor que esse. Se ainda não conhecem Sea Breeze, precisam conhecer. Tenho certeza que, assim como eu, também vão se apaixonar. <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário