segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

A Namorada Ideal

Uma garota. Um garoto. A mãe dele. E a mentira que ela desejará nunca ter contado. O quão longe você iria para proteger seu filho? Laura tem uma vida perfeita: carreira de sucesso e um casamento feliz e duradouro com um marido rico. Além disso, Daniel, seu filho de vinte e três anos, é um jovem gentil e muito bonito. Um dia, Daniel conhece Cherry, uma garota inteligente que, infelizmente, não teve a vida que gostaria ter tido. Ela quer a vida de Laura. Quando uma tragédia acontece, uma decisão é tomada em um ato de desespero e uma mentira terrível é contada, tão terrível que mudará a vida de todos para sempre.
Título: A Namorada Ideal
Autor (a): Michelle Frances
Editora: Astral Cultural
Número de páginas: 448



Minha gente, vocês sabem que eu não resisto a um livro com proposta inusitada, não é mesmo? Não é que eu não goste de um clichê, nada disso. Mas é que de vez em quando é bom fugir do trivial e se jogar em uma leitura completamente diferente das que estou acostumada. E esse foi um dos motivos de ter começado a leitura de A Namorada Ideal, que traz em sua trama uma certa "disputa" entre nora e sogra. Ficou curiosa (o)? Então acompanha a resenha.
Cherry é uma moça bonita e ambiciosa, que nunca se conformou com a vida modesta que tinha. Ela sempre achou que o mundo tinha mais a lhe oferecer e tudo que não desejava para si era a mesma vida simples e sem graça que sua mãe levava. Não, ela queria mais e, mesmo sem ter tantos recursos, ela se dedicou aos estudos, aprendeu a falar outras línguas sozinha e fez o que podia para enriquecer seu currículo e conseguir um bom emprego. É conseguiu! Trabalhando como corretora de imóveis em uma imobiliária muito conhecida, ela está sempre em contato com novas pessoas e é assim que ela conhece Daniel.
Ele é um jovem atraente, que está se formando em medicina e que tem um futuro brilhante pela frente. A atração entre ambos é quase instantânea e, o que começou como um encontro de trabalho, acaba evoluindo e, algum tempo depois, se transformando em namoro. Tudo estava perfeito, até Cherry conhecer sua sogra.
Laura é uma mulher independente, trabalha em algo que ama e tem verdadeira paixão pelo filho. Desde que seu casamento começou a desandar, ela encontrou em Daniel um verdadeiro companheiro e ele sempre esteve ao seu lado em todos os momentos. Quando conheceu Cherry a achou uma garota bonita, mas nada além disso. Porém, com o tempo, as atitudes da moça fizeram com que ela começasse a desconfiar de suas verdadeiras intenções. O que vai se desenrolar a partir daí é uma verdadeira guerra entre essas duas mulheres que não abrem mão de ter Daniel ao seu lado.
Já comecei a leitura cheia de expectativas, mas também um pouquinho receosa. Eu sempre digo que a expectativa, muitas vezes, anda de mãos dadas com a decepção e é por esse motivo que tento sempre não deixá-la muito alta. Mas dessa vez não consegui, comecei a ler super empolgada e torcendo para ser surpreendida de forma positiva. E fui! A história já me fisgou de imediato e, com o passar das páginas, foi se tornando cada vez mais difícil pausar a leitura.
A Namorada Ideal tem uma história que prende e tanto Laura como Cherry são personagens incríveis, donas de personalidades distintas e capazes de tudo para conseguirem aquilo que desejam. Porém, é importante salientar aqui, que nenhuma das duas me conquistou como pessoa. Ambas tiveram atitudes repulsivas, demonstraram uma falta de caráter enorme e desceram ao extremo pra prejudicar uma a outra. 
Das duas, Laura foi a única por quem senti um pouco de compaixão, principalmente por conta de tudo que foi descobrindo a respeito de Cherry. Porém, com o tempo, fui vendo atitudes extremistas e desnecessárias, que só me levaram a achá-la louca! Hahahahaha A mulher ficou desesperada demais e em um determinado momento ela toma uma decisão tão louca, que qualquer pessoa em seu juízo perfeito perceberia que aquilo acabaria mal.
Pra mim, quem não fez nenhuma diferença na trama foi Daniel. O rapaz pode até ser lindo, mas é a pessoa mais apática que já conheci nessa minha vida de leitora. Estava esperando alguém mais cheio de atitude, com personalidade marcante e fiquei boba ao perceber que o mocinho em questão não enxergava um palmo abaixo do nariz. Inclusive, foi até engraçado, em alguns momentos, vê-lo no meio do fogo cruzado entre aquelas duas mulheres implacáveis e decididas.
Eu adorei demais o livro! Me proporcionou momentos muito bons e, embora ele não tenha sido tão inovador como imaginei antes, superou todas as minhas expectativas. Foi uma leitura rápida e que manteve um ritmo constante. Os capítulos são intercalados entre as duas personagens principais e traz fatos do passado, algo que eu gosto demais porque me permite conhecer melhor cada um dos envolvidos. 
Muito embora eu já tenha visto alguns filmes com essa temática, é a primeira vez que leio algo do tipo e foi uma ótima experiência. A história me manteve atenta do início ao fim e, quando eu achava que nada mais me surpreenderia, veio o final pra me deixar com cara de tonta. Com certeza, uma das maiores surpresas do ano. Leiam! E não esqueçam de vim me contar o que acharam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário