sexta-feira, 31 de maio de 2019

Um Casamento Conveniente

Com metade do rosto marcado e desfigurado pela guerra, não foi só a aparência do Duque de Ashbury que sofreu mudanças: a rejeição e o olhar de desprezo das pessoas mutilaram também o seu interior. E, já que precisa viver às sombras da sociedade, ele decide que passará seus dias perambulando por Londres durante a noite para assustar todos que cruzarem seu caminho.
Mas o tempo passa, e em posse de um grande título, o duque sabe que precisará cumprir o dever de conseguir um herdeiro para seu ducado. Para isso, só existe uma regra: encontrar uma mulher que aceite um casamento de conveniência, lhe dê um herdeiro e desapareça de sua vida.
Quando Emma Gladstone, uma costureira, aparece na casa de Ashbury para exigir o pagamento de uma dívida, ele vê ali uma grande oportunidade de acordo e lhe faz a proposta de casamento. Mas o duque deixa claro que, assim que Emma engravidar, ela deverá partir para o interior e sumir para sempre.
Ele precisa de um herdeiro. Ela precisa de um bom casamento. Os dois estão dispostos a tudo, desde que não envolva seus corações. Mas será que o amor cabe nas entrelinhas de um contrato?
Título: Um Casamento Conveniente
Autor (a): Tessa Dare
Série: Girl Meets Duke #1
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 256


O Duque de Ashbury sempre foi um dos homens mais desejados entre as mulheres. Dono de várias propriedades e muito bonito, a escolhida para ser sua esposa seria, com toda certeza, uma mulher de sorte. Contudo, ele vê tudo isso desmoronar após sofrer um grave acidente durante a guerra. Ele, que antes era tão belo, ganhou diversas cicatrizes pelo corpo e rosto. A então noiva desaparece de sua vida e ele acaba recluso em sua mansão. Porém, ele ainda precisa se casar e ter um herdeiro para garantir que as propriedades que seu pai tanto zelou fiquem em boas mãos. Mas, agora que se encontra "desfigurado" encontrar uma provável noiva não parece ser uma tarefa muito fácil. Até que ele conhece Emma, uma jovem costureira.
Ela, que foi a pessoa responsável pela costura do vestido de noiva da futura duquesa de Ashbury, está agora com problemas para receber o dinheiro pelo seu trabalho. Muito embora o casamento não tenha acontecido, e por conta disso a noiva não deseje ficar com o vestido e tampouco pagar por ele, ela teve gastos e precisa desse dinheiro para pagar o seu aluguel. Cansada de não obter respostas para as cartas enviadas a ele, ela chega em sua residência vestida de noiva e pronta para receber aquilo que lhe é devido. Contudo, acaba saindo de lá com um pedido de casamento.
Ash vê em Emma a chance de ter o seu desejo realizado. Ele precisa de uma jovem esposa, que lhe dê um herdeiro e nada mais. Ela precisa de dinheiro para sobreviver e o casamento com um duque lhe daria respeito na sociedade e uma estabilidade para toda vida. A proposta não parece ruim: eles teriam suas manhãs e tardes livres para fazerem o que bem entenderem, mas durante todas as noites ela seria dele. E, quando finalmente engravidasse, ela iria morar em uma de suas propriedades no campo, onde criaria a criança. Não haverão beijos e nenhum tipo de envolvimento sentimental entre ambos. Porém, será que eles irão conseguir refrear os sentimentos que começarão a nascer quando a convivência ficar cada vez mais forte? 
Eu estou apaixonada por esse livro! Comecei a ler empolgada e terminei a leitura com os olhos brilhando de felicidade. A história me fisgou já no primeiro capítulo e quanto mais eu avançava na leitura, melhor ia ficando. Aqueles clichês do "as páginas simplesmente viravam sozinhas" ou do "nem senti o tempo passar enquanto lia" nunca foram tão verdadeiros.
Quem já leu algum livro de Tessa sabe que uma das suas principais características é o humor mesclado ao romance. Seus livros sempre trazem aquele tom bem humorado, com pequenos toques de drama e muito romance. Contudo, ela me surpreendeu com cenas quentes que podem fazer corar aos mais desavisados. Claro que em seus outros livros existem cenas mais hots, mas esse superou todos os que li e não achei, de forma alguma, ruim. Hahahahaha
O casal tem uma boa química e passam por algumas situações bem inusitadas. Ash é um homem um tanto carrancudo e meio misterioso, que age impulsivamente e não tem muito trato com as pessoas que os rodeiam. Emma, embora já tenha passado por muita coisa na vida, não se tornou uma pessoa amarga. Seu temperamento doce e generoso é marcante, o que a torna uma criatura encantadora. Os embates entre o casal foram divertidíssimo e, embora sejam donos de personalidades muito diferentes, acabam sendo aquele tipo de casal improvável que se encaixa perfeitamente.
De leitura rápida e com uma história divertida e romântica, Um Casamento Conveniente é aquele tipo de livro que faz com que a gente se apaixone. Eu sempre digo que prefiro um clichê bem escrito do que uma trama mais elaborada que não me cative, e isso vale para esse livro. Não existem grandes reviravoltas, a história é aquela clássica dos romances de época atuais, mas mesmo assim ele consegue encantar. A leveza da trama, as passagens divertidas e o sempre tão bem explorado lado dramático de cada personagem me fez amar a leitura. Gargalhei várias vezes, fiquei com os olhos marejados em uma ou outra passagem, e terminei a leitura querendo mais. 
Quem gosta de um bom romance de época não pode deixar de ler esse livro. E se você quer começar a ler algo do gênero, já tem aqui uma ótima dica de por onde começar. E uma dica: não deixem de ler os agradecimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário