segunda-feira, 20 de maio de 2019

Uma Mulher na Escuridão

Ao limpar o escritório de seu pai, falecido há uma semana, a investigadora forense Rory encontra pistas e documentos ocultados da justiça que a fazem mergulhar num caso sem solução ocorrido 40 anos atrás. No verão de 1979, cinco mulheres de Chicago desapareceram. O predador, apelidado de Ladrão, não deixou nenhum corpo ou pista — até que a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher misteriosa chamada Angela Mitchell, cujas habilidades não-ortodoxas de investigação levaram à sua identidade. Mas antes que a polícia pudesse interrogá-la, Angela desapareceu. Agora, Rory descobre que o Ladrão está prestes ser posto em liberdade condicional pelo assassinato de Angela: o único crime pelo qual foi possível prendê-lo. Sendo um ex-cliente de seu pai, Rory reluta em representar o assassino, que continua afirmando não ser o assassino de Angela. Agora o acusado deseja que Rory faça o que seu pai prometeu: provar que Angela ainda está viva. Enquanto Rory começa a reconstruir os últimos dias de Angela, outro assassino emerge das sombras, replicando o mesmo modus operandi daqueles assassinatos. A cada descoberta, Rory se enreda mais no enigma de Angela Mitchell, e na mente atormentada do Ladrão.Traçar conexões entre passado e presente é a única maneira de colocar um ponto final naquele pesadelo, mas até Rory pode não estar preparada para a verdade...
Título: Uma Mulher na Escuridão
Autor (a): Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Número de páginas: 304 


Vocês acharam mesmo que não teria resenha do Donlea nesse blog? Impossível, afinal de contas ele é um dos meus autores mais queridos e Uma Mulher na Escuridão era um dos livros mais desejados do ano. Se você lê o blog com frequência sabe que eu morro de amores pelo Donlea e seus livros sempre me surpreendem. Querem saber o que achei dele? É só continuar lendo a resenha.
Há exatos 40 anos a cidade de Chicago foi tomada por uma ameaça. Um homem, intitulado como Ladrão, sequestrava mulheres e as matava, sempre sem deixar rastros. O caso era uma grande incógnita para a polícia e foi uma mulher, Angela Mitchel, a grande responsável pela descoberta do assassino. Contudo, antes mesmo de depor, ela desaparece e o Ladrão é preso e responsabilizado por sua morte. Porém, agora, ele está prestes a conseguir sua liberdade condicional, o que pode ser uma verdadeira ameaça não só a população, como para algumas pessoas que possuem segredos ligados à Angela. 
O responsável pelo caso do Ladrão era Frank Moore, mas com o seu falecimento, sua filha, Rory, passou a ser a responsável por ele. Ela, uma investigadora forense muito competente, logo se vê intrigada pela história de Angela e passa a fazer uma reconstituição de tudo que aconteceu antes dela desaparecer. O que ela vai encontrar em suas buscas você vai precisar ler para descobrir.
Sensacional! Eu não tenho nem palavras pra falar desse livro. Tudo, desde a trama à construção dos personagens, me agradou muito. A história é muito intensa e um tanto quanto sombria, seguindo uma linha bem diferente das utilizadas nos livros anteriores, o que eu achei incrível porque é sempre bom variar um pouco.
Narrados por pontos de vista e em épocas diferentes, Uma Mulher na Escuridão é aquele livro que prende do início ao fim. As duas protagonistas são mulheres fascinantes, dotadas de uma inteligência fora do comum e que, por conta de suas peculiaridades, as vezes não são levadas a sério. Angela muito mais que Rory, afinal em 1979 tudo era muito diferente dos anos atuais.
Muito embora eu não tenha me surpreendido com o rumo da história, não consegui desgrudar do livro em momento algum. Como disse mais acima, ele traz um tom mais sombrio que foge dos seus suspenses usuais. Outro ponto de destaque é o enfoque que ele dá aos sentimentos e pensamentos das protagonistas. Me senti próxima a ambas e, em todo o momento, aquelas sensações vividas por elas se tornaram um pouco minhas também.
A história é previsível? Sim, bastante. Mas é bem escrita e, muito embora eu já tivesse sacado uma boa parte dela, alguns pontos conseguiram ir além do que eu esperava. Em muitos momentos fiquei até um pouquinho temerosa, confesso. É raro eu sentir medo e não classificaria meus sentimentos lendo esse livro como isso. Porém, em determinados pontos sentia umas coisinhas no peito, uma formigação por dentro e um friozinho na barriga que poucas vezes algum livro conseguiu arrancar de mim.
Na minha opinião, esse é um livro que vai agradar em cheio aos amantes do gênero e que consolida Donlea como um dos melhores autores de thrillers da atualidade. Tudo que posso dizer é: Leiam! E depois venham e contar o que acharam. :)

5 comentários:

  1. Olá, eu adoro obra do gênero e fique mega curiosa para ler o livro, legal saber sobre uma construção de personagens sólidas gosto de obra assim!

    ResponderExcluir
  2. Oi Neyla!
    Só escuto coisas boas relacionadas as obras de Donlea, mas ainda não li nenhuma por ter alguns prazos a entregar as parcerias do blog, mas já anotei sua dica. Fiquei bem curiosa em relação ao enredo e com o mistério envolvendo toda a trama, parabéns pela resenha, fiquei instigada em ler esse thriller, obrigado pela dica. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Caramba que resenha top 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻 só escuto elogios ao trabalho autor e mesmo sendo parceira da Faro Editorial nunca solicitei nenhum dos livros dele, mas não foi por não acreditar no potencial dele foi mais por estar cansada de suspenses e violência etc. Mas a cada dia que passa vejo que fiz besteira e estou pensando em pedir algo dele para começar a ler. Você acha que devo seguir a ordem de lançamento ou posso começar por esse!?
    Parabéns, amei sua resenha e suas impressões me deixaram bem curiosa. Beijos

    P.s. As fotos estão ótimas 🤓😜😘

    ResponderExcluir
  4. Oi Neyla,
    Esse livro está bem visado esse mês hein, a editora fez uma ótima divulgação e os blogueiros estão bombardeando as mídias com publicações sobre ele, impossível não ficar curiosa com a obra.
    A dica já está anotada, amo romances policiais e esse me parece ser ótimo!!

    Beijokas

    ResponderExcluir
  5. Oi! Não estou mais aguentando esperar pra ler esse livro! Eu tenho os outros 3 livros dele lançados aqui e concordo com você, eles está mesmo se sagrando O autor dos suspenses, e já quero ter cada livro dele. Eu amo desde criancinha suspenses policiais e depois tomei o gosto por histórias com seriais killers. Mal posso aguardar pra descobrir todos os mistérios destes assassinatos, onde estão os corpos, e conhecer O Ladrão. Adorei a resenha!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir