segunda-feira, 29 de julho de 2019

A Impossível Faca da Memória

A adolescente Hayley Kincain e o pai, Andy, passaram cinco anos viajando de caminhão, fugindo das lembranças que os assombram. Agora, estão de volta à cidade natal de Andy para tentar levar uma vida “normal”, mas os horrores que ele testemunhou na guerra ameaçam destruir a existência de pai e filha. De mãos e pés atados, Hayley é obrigada a vê-lo ser lentamente derrotado pela depressão, e se entregar às drogas e à bebida para calar os demônios interiores. É então que seu próprio passado vem à tona, e o presente se estilhaça... anunciando um futuro totalmente incerto.
O que você deve fazer para proteger a vida de seu pai quando a morte o está rondando? Que atitude tomar quando os papéis de pai e filha se invertem? E o que acontece quando aquele garoto encantador e divertido entra no seu mundo sem pedir licença e, pela primeira vez, você se vê pensando no futuro?
Atual, surpreendente, irresistível, A impossível faca da memória é Laurie Halse Anderson no seu auge.
Título: A Impossível Faca da Memória 
Autor (a): Laurie Halse Anderson
Editora: Valentina
Número de páginas: 352


A vida de Halsey pode ser considerada tudo menos normal. Ela perdeu a mãe ainda pequena e, desde então, passou a viver com o pai e a avó, por quem sempre nutriu um amor enorme. Quando ela veio a falecer restou-lhe apenas o pai, Andy, um ex-combatente da guerra que ainda sofre com tudo que vivenciou por lá. Os horrores que ele viveu foram muitos e, muito embora o tempo tenha passado, ainda não conseguiu esquecer. Andy tem depressão e seus dias são sempre cheios de altos e baixos. Desde os 12 anos, Hayley e o pai viveram na estrada já que ele trabalhava como caminhoneiro. Agora, aos 16 anos, eles estão de volta à sua cidade natal e vão morar na casa de sua avó.
Muito embora eles estejam tentando levar uma vida normal, Hayley vive sempre preocupada com o pai. Nos dias bons ele sai para trabalhar e se transforma em um homem muito diferente. Mas, nos dias ruins, ele se se entrega a bebida e as drogas, tirando toda e qualquer esperança de melhora que ela possa ter a respeito.
A vida de Hayley é uma constante nuvem cinzenta, com poucos raios de sol. Sua única amiga é Gracie e, é por intermédio dela, que ela conhece Finn. É ele quem vai trazer um pouco de leveza e luz à sua vida. Ela, que não tem muita perspectiva de futuro e nem ao menos pensa em ir para uma faculdade pra poder cuidar do pai, experimenta um pouco de normalidade na vida. Estar com Finn é a melhor coisa que já lhe aconteceu há anos e é ele quem vai lhe mostrar que todo mundo vive suas próprias batalhas e que seus problemas não são as únicas coisas no mundo.

Sou muito suspeita pra falar desse livro, afinal de contas sou muito fã da Laurie Halse Anderson e, até agora, todos os seus livros me conquistaram completamente. Meu primeiro contato com um livro da autora foi através de Garotas de Vidro e, desde então, me tornei uma admiradora de seu trabalho. Gosto de como ela traz em seus livros assuntos atuais e polêmicos, como mexe com nossos sentimentos enquanto leitor e como expõe, muitas vezes de uma forma dura, o que acontece com os personagens.
E por falar neles, já deixo claro uma coisa: eu nunca consegui ser cativada por nenhum personagem criado por ela e isso não mudou em A Impossível Faca da Memória. Hayley não é o tipo de garota que a gente cria laços. Ela é, ao mesmo tempo, uma garota responsável e madura, mas também chata e irritante. Eu entendia um pouco da sua postura já que, com a vida que ela levava, ficava difícil ver algo além de sofrimento. Mas não conseguia me conter ao notar que ela tinha um potencial incrível, mas tratava tudo com um descaso que me fez passar raiva. Tivemos uma relação fria desde o início e isso não mudou no decorrer da leitura.
A história me tocou fundo e não esperava nada de diferente. Só pela sinopse a gente já percebe que é uma leitura intensa, que vai trazer temas como depressão e alcoolismo, que são bem atuais. Gosto da forma como a autora consegue falar de assuntos tão delicados com muita suavidade, mas sem perder a intensidade.
A Impossível Faca da Memória foi um livro de leitura rápida, com uma história intensa e que me deixou reflexiva em diversos momentos. Foi uma experiência incrível e terminei a leitura com um misto de sensações, mas com muito amor pela Laurie pela oportunidade de ler mais um livro maravilhoso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário