segunda-feira, 1 de julho de 2019

Raio de Sol


Segredos.
Todo mundo tem um.
Alguns são maiores que os outros.
Alguns, quando revelados,
Podem curar você...
E outros podem acabar com você.
Faça épico, costuma dizer Kate Sedgwick quando quer estimular alguém a dar o melhor de si. Nascida numa família-problema, com direito a mortes e abandono, a garota de dezenove anos sempre buscou fazer a diferença. Em vez de passar os dias lamentando os infortúnios da vida, como tantos fariam em seu lugar, sempre vê as coisas pelo lado positivo não é por outro motivo que Gus, seu melhor amigo, a chama de Raio de Sol.
E é por isso que, quando passa na faculdade e se muda da ensolarada San Diego, na Califórnia, para a fria cidade de Grant, em Minnesota, ela leva consigo apenas boas lembranças e perspectivas. O que ela não espera é que será surpreendida pelo amor único aspecto da vida em relação ao qual nunca quis ser otimista ao conhecer Keller Banks, um rapaz que parece corresponder aos seus sentimentos. Acontece que tanto ele quanto ela têm um segredo. E segredos, às vezes, podem mudar tudo.
Título: Raio de Sol
Autor (a): Kim Holden
Editora: Planeta
Número de páginas: 448


 
Pode ser engraçado o que vou contar agora, mas sabe quando você abre o bloco de notas e fica buscando as palavras certas, pra escrever sobre um livro que amou, e elas simplesmente não aparecem? Ou quando você acha que nada que escreva vai chegar perto do que sentiu ao terminar aquela leitura? Pois é assim que me sinto agora. E já começo me desculpando porque sei que nada que eu escreva aqui chegará minimamente perto do que Raio de Sol significou para mim.
Kate é o tipo de garota que você certamente iria querer conhecer. Apesar das duras provações pelas quais passou, ela está sempre sorrindo, vendo o lado positivo das coisas, nunca permitindo que a tristeza ou falta de esperança adentre em sua vida. Muito embora ela tenha vários motivos para se queixar ou entristecer, prefere ver sempre a parte boa de tudo e viver intensamente cada momento.
E é com esse pensamento que ela chega à San Diego, onde começará a frequentar a faculdade. É algo novo, até mesmo um tanto intimidador para alguns, mas não para Kate. Ela e seu jeito mais expansivo sempre enchem de luz os locais onde chega, não é a toa que seu melhor amigo, Gus, a chama de Raio de Sol. Não é difícil para ela fazer novos amigos, já que é praticamente impossível não se deixar contagiar por sua luz. .
Porém, sua intenção não é se envolver com ninguém, afinal ela não quer um relacionamento agora. Tudo muda quando conhece Keller. Ele é um cara atraente, dono de um jeito fofo que encanta, mas que é um tanto misterioso. É visível que ele guarda um segredo que não quer dividir com ninguém. Mas para Kate isso não é um problema, afinal todo mundo tem segredos, inclusive ela.

Não ousarei ir além disso, afinal qualquer coisa a mais que eu venha a contar pode se transformar em um spoiler e eu jamais me perdoaria por estragar a experiência literária de alguém, ainda mais num livro como esse, que é tão lindo! 
Minha paixão pelo livro começou de forma gradual. Primeiro fui me encantando por Kate e sua filosofia de vida. Para mim, ela é uma espécie de Pollyanna do New Adult, uma criatura adorável e que eu iria amar ter como melhor amiga. Fui totalmente contagiada pela forma de ver a vida, pelas atitudes e pelas palavras dessa garota incrível. A amizade dela com Gus é linda, intensa e regada por muito amor. Ele sempre esteve ao lado dela em todos os momentos de sua vida e o amor que sentem um pelo outro é imensurável. Eu não sei como descrever com palavras o que eu sentia ao ler as cenas entre eles, mas meu peito se enchia de uma sensação aconchegante de ternura.
Sempre li muitos comentários positivos a respeito desse livro e hoje entendo o porquê de todos eles. Foram poucos os livros que me deixaram marcas tão profundas como as que Raio de Sol deixou. Foi uma leitura que mexeu com meus sentimento, que deixou lições valiosas sobre valorizar a vida e os que estão perto de nós, que me mostrou que manter o otimismo e ver o lado positivo das coisas é algo que deve ser constante e que nunca devemos deixar a tristeza morar em nós. Ela as vezes vai aparecer, vai nos fazer derramar lágrimas, mas nunca deve permanecer tanto tempo.
Terminei a leitura aos prantos, soluçando de forma incontrolável, mas ao mesmo tempo com o coração transbordando de amor. Sem dúvidas, Raio de Sol foi a leitura mais intensa de 2019 e eu não vejo a hora de lançarem o livro do Gus. Tenho certeza que irei me apaixonar ainda mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário